Do atacante gordinho campeão que pediu camisa do ídolo rival ao lateral que perdeu a camisa no meio da torcida, o #Futebol brasileiro foi um verdadeiro prato cheio de emoções neste último final de semana. A maioria dos estados conheceu o seu campeão estadual e as comemorações foram das mais variadas formas. Selecionamos cinco fatos bem curiosos:

Gordinho feliz

João Paulo deu um azar danado. Fez um grande Gauchão como principal atacante do Novo Hamburgo e justo na final as câmeras de transmissão o traíram. Após uma disputa de bola, ele caiu no chão e camisa ficou levantada. Os quilinhos a mais renderam várias brincadeiras na internet.

Publicidade
Publicidade

Mas a felicidade pelo título gaúcho inédito certamente compensou.

Ao final do jogo contra o Inter, em um gesto de muita humildade, João foi até o vestiário rival para reverenciar e pegar a camisa de D'Alessandro, capitão colorado.

Camisa no meio da massa

Rodinei mais uma vez foi um personagem interessante do Flamengo. Na quarta-feira, fez um belo gol pela Libertadores contra a Católica, do Chile. Neste domingo, fez o gol da vitória por 2x1 no Fla-Flu, que rendeu o título carioca aos rubro-negros. Mas na hora de comemorar... a camisa ficou com a galera. Veja:

Zagueiro mais lento que o juiz

Essa é inacreditável! Como explicar lá em casa, Léo?! Ainda durante o primeiro tempo da final do Campeonato Mineiro, vencida pelo Galo, o Atlético-MG partiu em velocidade para o ataque com a defesa do Cruzeiro fora de posição.

Publicidade

Um espertíssimo torcedor registrou no Twitter que o árbitro foi para a defesa mais rápido que... o zagueiro cruzeirense! Vê se pode isso...

Corneta do Corinthians

Contrariando as expectativas iniciais, o Corinthians se mostrou forte em São Paulo e foi campeão paulista sobre a Ponte Preta no último domingo. Ainda em janeiro, o Timão era tido como a "quarta força de São Paulo". O consenso era que de Palmeiras, Santos e São Paulo estavam em momento melhor. Será? Dá uma olhada como o pessoal do Twitter do Corinthians viu tudo isso depois do título:

Chapecoense, uma gigante

O domingo foi inesquecível para a Chapecoense. Isso porque, de maneira oficial, conquistou o seu primeiro título desde o fatídico acidente em Medellín, na Colômbia, em novembro do ano passado. Com a queda do avião, 71 pessoas morreram entre jogadores, dirigentes e jornalistas. Neste domingo, a Chape sagrou-se campeã estadual sobre o Avaí e teve a ilustre presença dos sobreviventes na festa da conquista.