Após ter uma experiência negativa nas temporadas passadas, o #Corinthians tenta mudar a forma da política de contratos com seus jogadores. Campeão do Brasileirão de 2015, o clube de Parque São Jorge sofreu com a perda de jogadores importantes do seu elenco e assim ficou mais enfraquecido para a temporada de 2016, onde o time não conseguiu a classificação para a Copa Libertadores da América.

Poucos jogadores que foram campeões do Campeonato Brasileiro de 2015 permaneceram na equipe em 2016, pois com grandes atuações, eles foram valorizados no mercado e induzidos pela grande quantidade de dinheiro oferecido pelos clubes do exterior.

Publicidade
Publicidade

Além de atletas, o Corinthians também perdeu o técnico Tite, que aceitou o convite para comandar a Seleção Brasileira de #Futebol.

Nesta temporada de 2017, o Corinthians não conseguiu fazer muitas contratações de peso, pois sem disputar a Copa Libertadores da América, o clube ficou sem dinheiros nos cofres e não pode investir muito em novos #Reforços.

Mas apesar de não ter muitos atletas de alto nível no elenco comandado por Fábio Carille, o Timão está conseguindo fazer grandes partidas. No Campeonato Paulista, o clube conseguiu chegar à final contra a Ponte Preta. O Corinthians já está praticamente com uma mão na taça, pois venceu a partida de ida pelo placar de 3 a 0 e a segunda partida acontecerá sob seus domínios.

Temendo um novo interesse dos clubes do exterior em seus jogadores, a diretoria corintiana já analisa a possibilidade de estender o vínculo contratual de alguns deles.

Publicidade

O zagueiro Pablo é um dos nomes que já está sendo tratado com cuidado pelos dirigentes alvinegros.

Emprestado pelo Bordeaux ao Corinthians, Pablo tem contrato de empréstimo com o clube brasileiro até o final desta temporada. Fazendo grandes partidas com a camisa alvinegra, o camisa 3 já foi cogitado para reforçar outros clubes em 2018, dentre eles está o São Paulo, arquirrival do Timão.

Ciente da possibilidade de perder Pablo, o Corinthians já começou a trabalhar para contratar o jogador em definitivo e mantê-lo no clube por mais temporadas. O valor inicial pela contratação do beque gira em torno de R$ 10 milhões, mas o Timão tenta diminuir o valor da transferência e ficar com o jogador.

Com Pablo entre os titulares, o Corinthians sofre, em média, um gol a cada duas partidas disputadas. Além de ser o xerife da zaga corintiana, ele já balançou as redes adversárias em duas oportunidades.