O Palmeiras não demorou muito e tem um novo treinador. Cuca, que foi campeão brasileiro em 2016, retorna ao time para tentar o título da Copa Libertadores e o Mundial de Clubes. O profissional chegou após a demissão de Eduardo Baptista, que não conseguiu se segurar após derrota na Bolívia para o Jorge Willsterman. Baptista foi demitido assim que chegou à São Paulo. A pressão interna e também externa foi muito forte e evidente.

Cuca chegou com bastante prestígio. Muitas coisas mudaram desde que ele deixou o clube em dezembro. A principal mudança foi a relação da Crefisa com o clube. Quando ainda era contratado do Verdão, o treinador presenciou por vezes discussões públicas entre o ex-presidente Paulo Nobre e Leila Pereira, presidente da patrocinadora.

Publicidade
Publicidade

Algumas vezes os entreveros atrapalharam o ambiente, mas nada que determinasse brigas ou discussões internas.

O treinador também volta para reatar amizade com alguns membros do elenco. Como só Gabriel Jesus saiu (após negociação com o Manchester City, da Inglaterra), Cuca reencontrará antigos funcionários no grupo. Os próprios jogadores já prometeram deixar as situações do passado literalmente para trás.

Condições para assinar

Segundo o site UOL, Cuca exigiu algumas coisas para poder retomar o comando técnico do Alviverde da Capital Paulista. A primeira foi o pagamento de luvas. De acordo com o site, Cuca vai receber R$ 450 mil mensais de salário e um valor adicional. Esse acréscimo financeiro será bancado pela Crefisa após comum acordo e reunião feita com Maurício Galiotte e Alexandre Mattos.

Publicidade

Outro pedido feito foi a contratação de dois reforços para a sequência da temporada. Os nomes, no entanto, não foram revelados. Na internet existem algumas especulações sobre conversas com Paulo Henrique Ganso, meia ex-Santos e que atualmente veste a camisa do Sevilha-ESP. Mas nada foi confirmado tanto pelo clube quanto pelos agentes do atleta.

A preocupação é em relação ao meio campo realmente. Moisés está se recuperando de cirurgia e ainda deve demorar para voltar. Além do período de recuperação, que não é fácil, ainda terá um período de adaptação. Moisés voltará aos poucos aos treinos e vai demorar um tempo até conseguir tocar na bola novamente. Atualmente o jogador já anda sem dores e o Departamento Médico do #Palmeiras entende que a evolução clínica está excelente.

A apresentação do treinador ainda não foi marcada. Por conta da troca no comando, o Palmeiras concedeu mais uma folga aos jogadores. Em tempo: já é o quinto dia de folga no mês. #Mercado #Futebol