#Cueva é hoje um dos principais jogadores do São Paulo e parte da torcida já o trata com status de ídolo. Contratado no meio do ano passado, o meio-campista teve o vínculo renovado em fevereiro e agora será jogador do Tricolor até 2022. Nesta segunda-feira (8), o peruano estabeleceu uma situação para que pudesse deixar a equipe comandada por Rogério Ceni.

“Quero ser campeão com o São Paulo. Depois, um jogador também quer crescer. Não quer dizer que não vou viver meus sonhos com o São Paulo. Tenho objetivos profissionais. Mas penso em sair campeão com o São Paulo. Penso que essa seria a melhor maneira [de sair do clube]”, afirmou o jogador.

Publicidade
Publicidade

Embora o contrato seja válido até 2022, o bom futebol e a conquista de #Títulos poderiam fazer com o que jogador deixasse o Tricolor antes deste período. Tudo dependeria, claro, do valor das propostas que seriam feitas.

Cueva

Christian Cueva tem apenas 25 anos e um potencial enorme. Titular absoluto da seleção peruana, não demorou muito para cair nas graças dos torcedores são-paulinos.

A grande atuação do meio-campista aconteceu no ano passado, no Morumbi, quando o Tricolor bateu o arquirrival Corinthians por 4 a 0 e fez a alegria de sua enorme torcida. Cueva marcou um gol, de pênalti, e deu três assistências na goleada sobre a equipe alvinegra.

Neste ano, uma lesão sofrida em partida da seleção peruana pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo, fizeram o jogador desfalcar a equipe em algumas partidas e voltar sem estar 100%.

Publicidade

O baixo desempenho do jogador fez toda a equipe sofrer e a queda de rendimento do time todo foi notória.

Além disso, Cueva passou a ser visado pela marcação adversária, que antes o deixava mais solto para criar as jogadas de ataque do time.

Parada

O São Paulo não joga desde o dia 23 de abril, quando foi eliminado do Campeonato Paulista pelo Corinthians. A volta aos campos acontece na próxima quinta-feira (8), no Morumbi, quando o Tricolor enfrenta o Defensa y Justicia pela Copa Sul-Americana. O jogo de ida terminou empatado por 1 a 1.

Cueva disse que já havia ficado tempos sem jogar por outras equipes, mas com o time paulista é diferente. "As pessoas sentem falta, porque é uma grande equipe. Fim de semana sem São Paulo não é futebol”, disse o peruano.

Sem erguer uma taça desde 2012, a torcida espera que Cueva cumpra a promessa de só deixar o clube após um título, porque, afinal de contas, se é para ter uma notícia ruim, que seja pelo menos antecedida por algo bom.

O Tricolor disputa o Campeonato Brasileiro e a Copa Sul-Americana no restante da temporada. #São Paulo FC