O Palmeiras estreia no Campeonato Brasileiro no próximo domingo (14), Dia das Mães, contra o Vasco, no Allianz Parque. O jogo marca a reestreia de Cuca no comando técnico do clube de Palestra Itália, que demitiu Eduardo Baptista após derrota para o Jorge Willsterman pela Libertadores da América.

Baptista já vinha balançando no cargo. O treinador comandou o time na derrota por 3 a 0 para a Ponte Preta, em Campinas, placar considerado muito elástico por sócios e conselheiros. O presidente do #Palmeiras, Maurício Galiotte, foi muito acionado e pressionado pela demissão do profissional. Mantendo a postura, Galiotte resolveu bancá-lo até o jogo na Bolívia.

Publicidade
Publicidade

O Verdão saiu perdendo e confirmou a derrota. No retorno ao Brasil, Baptista não suportou a pressão e caiu.

Um dia depois, Cuca foi anunciado. O Palmeiras já estava dialogando tanto com ele quanto com seu empresário. Ter Cuca de volta trouxe mais animação ao grupo e também ao torcedor, que vê a Copa Libertadores como o grande título do ano. Para garantir a vaga nas oitavas de final, o Alviverde pode até perder para o Atlético Tucumán em casa por 1 a 0 que está garantido.

Novo zagueiro

Em junho, o zagueiro Vitor Hugo viaja para a Itália para acertar os últimos detalhes de sua transferência. O jogador vai defender a Fiorentina, e o Palmeiras vai embolsar cerca de R$ 9 milhões.

Buscando manter jogadores da posição à altura, o Departamento de Análises indicou mais um atleta para Alexandre Mattos buscar.

Publicidade

Trata-se de Juninho, do Coritiba. O jogador de 22 anos foi sondado em janeiro, mas não teve acordo. Rogério Bacellar, presidente do time paranaense, confirmou ao jornal Lance! que o Palmeiras entrou e contato nesta quinta-feira à de noite (11) para saber maiores detalhes.

O contrato de Juninho vence no meio do ano que vem, e em breve ele poderá assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe. Se assim fizer, o Coritiba não vai ganhar um centavo na venda.

Bacellar confirmou que pediu R$ 17 milhões por 60% do jogador, mas o Palmeiras deve conseguir reduzir bem esse valor. O relacionamento entre os dois clubes é muito bom.

Na semana passada, o Coritiba confirmou a contratação de Alecsandro até dezembro e quem pagará os salários é o Verdão. Mas não foi uma simples boa ação: o pagamento dos salários refere-se a uma dívida palmeirense pela compra passada de Raphael Veiga, meio-campista que está integrado ao elenco de Cuca.

Luan, zagueiro que veio do Vasco, passou por cirurgia e deve treinar normalmente em dois meses. #Mercado #Futebol