O #Manchester City confirmou, nesta segunda-feira (29), a contratação do goleiro Ederson, de 23 anos, junto ao Benfica de Portugal. Segundo informações publicadas pelo jornal inglês The Guardian, o time de Guardiola pagará 34,9 milhões de libras, quase 147 milhões de reais, o que fará o jogador, revelado nas categorias de base do São Paulo, ser o mais caro em sua posição da história do futebol.

Antes do Brasileiro, o goleiro mais caro da história era o lendário Gianluigi Buffon. Em 2001, a Juventus desembolsou 35,6 milhões de libras (136,74 milhões de reais), para tirar o arqueiro do Parma. E quem tem muito a comemorar com essa transação é o próprio time do São Paulo, que receberá uma porcentagem pelo fato do jogador ter passado na base do clube, entre 2008 e 2009.

Publicidade
Publicidade

Após ser dispensado do Tricolor, sem ter passado pelo profissional, Ederson se transferiu para Portugal, onde ingressou nas categorias de base do Benfica. Depois de ser emprestado para clubes menores, em 2005 passou a jogar pelo time da capital, deixando no banco de reservas nada menos que o veterano Júlio César. Ele é um dos convocados por Tite para os amistosos contra Austrália e Argentina.

Bala na agulha

A contratação do goleiro, que também interessava ao rival United, que deve perder De Gea para o Real Madrid, mostra mais uma vez que os Citizens não estão de brincadeira em termos de contratação para a próxima temporada. Na semana passada, o clube já havia anunciado a aquisição de Bernardo Silva por 65 milhões de libras junto ao Mônaco.

O curioso é que as contratações se deram dias depois de Guardiola criticar os valores absurdos que os jogadores estão sendo negociados, citando, por exemplo, Vinícius Júnior, que sem ao menos ter estreado no time profissional do Flamengo, foi contratado pelo Real Madrid por 45 milhões de euros.

Publicidade

Se por um lado jogadores caros estão chegando, a porta de saída do Etihad Stadium também anda bastante movimentada nos últimos dias. Após o goleiro Willy Caballero, o meia Jesús Navas e o lateral-esquerdo Gael Clichy, o lateral-direito Bacary Sagna é outro jogador que está deixando o clube.

As saídas fazem parte de uma profunda reformulação de Pep Guardiola no elenco, após uma temporada abaixo das expectativas e sem nenhum título conquistado. O time foi apenas o terceiro colocado na Premier League, conseguindo garantir vaga na Champions apenas na última rodada, após briga ferrenha com Liverpool e Arsenal. Na Liga dos Campeões, a equipe inglesa parou nas oitavas de final, ao ser eliminado pelo Mônaco. #Mercado da bola #São Paulo FC