O Palmeiras parece estar realmente com tudo no #Mercado da bola. Depois de demitir o técnico Eduardo Baptista e confirmar a chegada de Cuca (ou o retorno, já que o treinador foi Campeão Brasileiro em 2016 pelo Alviverde), o grupo pode ser mudado.

O zagueiro Vitor Hugo deve ser um dos poucos atletas que deverá sair. A Fiorentina vai pagar cerca de R$ 27 milhões. Cerca de R$ 9 milhões entrarão nos cofres palmeirenses. Uma parte desse valor, cerca de R$ 5 milhões, vai ser devolvido a Crefisa/FAM.

Rafael Marques pode ser envolvido em troca com o volante Lucas Romero, do Cruzeiro. A negociação porém está no começo e não existe certeza de que ela será concluída.

Publicidade
Publicidade

Tanto o #Palmeiras quanto o time mineiro estão dispostos a efetivar, mas ainda levará um tempo.

Nesta quinta-feira, um dia após o Corinthians se classificar na Copa Sulamericana, Fernando César, empresário do zagueiro Pablo, veio à público esclarecer a situação do jogador e até ameaçar o rival palmeirense.

Segundo César, já foi esgotada a tentativa de ofertar a compra de Pablo pelo Corinthians. O jogador, que está emprestado pelo Bordeaux, da França, está pedindo que a decisão seja tomada em breve e que conheça o seu futuro.

O empresário também garantiu que já foi procurado por representantes do Palmeiras. Além do Alviverde, São Paulo, Flamengo e Atlético-MG também fizeram sondagens. César também deu prazo para que o Corinthians resolva a situação: terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Publicidade

O interesse palmeirense pelo jogador é estranho, mas não completamente impossível. Ao saber que poderia vender Vitor Hugo, como de fato aconteceu, o clube foi atrás de outro defensor e fechou com Luan, do Vasco. Luan veio com lesão e está em recuperação. O período de afastamento ainda não é certo, mas é provável que ainda demore um pouco. É nesse ponto que o interesse por Pablo pode ter sido confirmado, segundo divulgou o site UOL Esporte.

Bolada pelo título

Todo mundo sabe que a Copa Libertadores é a grande 'menina dos olhos' da direção palmeirense. O clube montou todo o planejamento permeado na conquista do título da América. Eduardo Baptista, por exemplo, se considerou vítima da pressão exacerbada pela conquista.

O clube já definiu a premiação para Cuca em caso de taça: o treinador palmeirense vai embolsar R$ 3 milhões. O prêmio dos atletas não foi definido, mas o Palmeiras pretende fazer uma reunião em breve para confirmar os valores. #Futebol