O #Campeonato Brasileiro só começa no sábado, mas já existe polêmica no ar. Em entrevista ao Blog do Menon, do #Uol Esporte, nesta terça, o engenheiro e matemático Horácio Nelson Wendel revelou que existe uma grande equívoco na confecção da tabela oficial do certame em 2017, favorecendo ao clube mais populares do país: o Flamengo.

"Ela (tabela) é feita para ajudar o Flamengo. Não tem dúvidas'', declarou o especialista.

Para justificar o seu argumento, Wendel cita que o Rubro-Negro tem dois períodos (da sétima à 13ª rodadas e entre as 21ª e 25ª rodadas) no qual fará nove jogos dentro do Rio, sendo dois deles, os clássicos contra Fluminense e Botafogo.

Publicidade
Publicidade

Questionado sobre o fato de o Brasileirão ser disputado em turno e returno, o que descartaria um possível favorecimento à agremiação da Gávea, o estudioso contrapõe, perguntando o porquê de tal atitude não ter sido feita com outras agremiações, como Avaí, Ponte Preta e lembrando que o Flamengo pode ter uma sequência de vitórias fundamental na disputa pelo título.

Além do Flamengo, Horácio Wendel também cita o Corinthians como beneficiado. O Alvinegro de Parque São Jorge teria uma sequencia de quatro jogos dentro de São Paulo (Botafogo, Ponte Preta, Palmeiras e Atlético-PR), No returno, entre a 21 à 25 rodadas, a situação seria repetida, dessa vez contra Vitória, Atlético-GO e Vasco, sem contar que, como visitante, teria os clássicos locais diante do Santos (Vila Belmiro) e do São Paulo (Morumbi).

Publicidade

Ainda conforme Horacio Nelson Wendell, existem outros participantes que sofreram vantagens na formatação da tabela da Série A: Fluminense (ficará no Rio de Janeiro nas 3ª, 4ª e 5ª rodadas e mais três 3 da 27ª a 29ª rodadas), Atlético-PR (permanecerá em Curitiba da segunda a quarta rodada), Bahia (três vezes seguidas em Salvador nas 10ª, 11ª e 12ª rodadas), Vasco (não deixa o Rio nas rodadas 8, 9 e 10 e entre a 30ª a 32ª); Botafogo (nas rodadas 12,13 e 14, fica no Rio, assim como da 26ª a 28ª rodadas), Cruzeiro (joga em Belo Horizonte da 10ª a 12ª rodadas) Coritiba (não sai de Curitiba nas rodadas 21, 22 e 23), Atlético-MG (3 vezes seguidas em Belo Horizonte nas rodadas 29, 30 e 31) e Vitória (três partidas consecutivas na cidade de Salvador entre as rodadas 29, 30 e 31).

Apenas São Paulo, Grêmio, Palmeiras, Santos, Chapecoense, Atlético-GO, Avaí, Sport, Ponte Preta não receberam o favorecimento de disputar duas partidas seguidas fora de casa nem dois compromissos seguidos em seus domínios. #PaixãoPorFutebol