Na partida do #Palmeiras contra o Peñarol pela fase de grupos, onde o Verdão conseguiu uma vitória de virada em cima dos uruguaios por 3x2, houve uma grande confusão ao final da partida, quando após a derrota, os uruguaios começaram uma grande briga com jogadores do Palmeiras. Começaram cercando o goleiro Fernando Prass e logo depois mais confusões, só que a pior envolveu #Felipe Melo.

O volante do Verdão estava tentando escapar da confusão, quando um jogador uruguaio partiu para cima dele. Felipe Melo acertou um soco no rosto do adversário, e apesar do Peñarol ter começado a discussão, esse foi o fato que mais repercutiu na mídia, pelo fato de ser a agressão mais impactante daquela noite e por Felipe Melo ter dado anteriormente declarações que se fosse necessário dar "tapas" nos rostos de uruguaios, ele daria.

Publicidade
Publicidade

A punição

O jogador, que já foi da Seleção Brasileira, agora foi punido severamente pela Conmebol por causa do ato que teve durante a confusão. São seis partidas de suspensão. Ninguém esperava uma #punição tão forte para o jogador, já que a maioria dos comentaristas futebolísticos chegaram a conclusão que ele utilizou da autodefesa. Por isso, deveria ser punido, mas não tão de forma tão contundente.

Acontece que essa grande punição irá prejudicar muito o Palmeiras, fazendo o jogador voltar somente nas semifinais do campeonato. O que esperava-se pelos analistas de futebol, é que fosse uma punição de três jogos ao jogador, e o que aconteceu foi uma punição dobrada ao volante, que agora foi muito prejudicado.

Cabe recurso?

A diretoria do Palmeiras só foi notificada oficialmente desta punição nesta sexta-feira (12).

Publicidade

Ela só imaginava uma suspensão de três jogos, assim como todos analistas. Na pior das hipóteses, cogitavam uma pena de cinco jogos.

Agora é muito provável que a equipe entre com recurso para tentar reduzir o número de jogos em que Felipe não poderá atuar, assim não prejudicando tanto o time na Libertadores, que é a mais importante da América do Sul.

O pedido deve ser entregue ao Comitê de Apelações da Conmebol. O esperado é que reverta-se a pena para no mínimo três jogos, sendo que o jogador já cumpriu um jogo de suspensão na partida contra o Jorge Wilstermann, da Bolívia.

Além de Felipe Melo, a Conmebol também puniu três jogadores do Peñarol. Eles pegaram cinco jogos de gancho e ainda terão que pagar uma multa de US$ 10 mil (R$ 31,2 mil) cada um. Os jogadores são: Lucas Hernández, Nahitan Nández e Matías Mier.