Construir a tabela de um campeonato não é tarefa das mais fáceis, e os detalhes envolvidos podem favorecer determinada equipe. Segundo o engenheiro Horácio Nelson Wendel é isso o que acontece com a tabela do Campeonato Brasileiro deste ano. De acordo com o especialista, que trabalhou montando tabelas do torneio nacional no início dos anos 2000, a tabela do Brasileirão 2017 favorece o Flamengo, em primeiro lugar, e depois o Corinthians.

Flamengo

“A tabela do #Brasileirão é feita para o #Flamengo ser campeão”, afirma Wendel. Segundo ele, a tabela da competição está bastante bagunçada e há parcialidade clubística.

Os erros apontados pelo especialista são vários e não poderiam acontecer.

Publicidade
Publicidade

O Flamengo joga cinco vezes seguidas na cidade do Rio de Janeiro das rodadas 21 a 25. Além disso, o Mengão nunca fará mais do que duas partidas longe do Rio.

Das rodadas 7 a 9 e 11 a 13, o Flamengo também jogará em casa. Na sétima rodada, o Fla enfrenta a Ponte Preta, depois joga contra o Fluminense, com mando do Flu, e depois recebe a Chapecoense. Embora não seja mandante no clássico, jogará no Rio de Janeiro.

Na 11.ª rodada, os rubro-negros encaram o São Paulo, logo depois enfrentam o Flamengo e na 13.ª rodada recebem o Grêmio. Novamente, vale a lógica acima. O jogo contra o rival Vasco será no Rio.

Portanto, entre a sétima e 13.ª rodadas, fase inicial do Campeonato Brasileiro, serão seis jogos em casa e apenas um fora do Rio de Janeiro, contra o Bahia, em Salvador.

Corinthians

O Timão também é favorecido, segundo Wendel.

Publicidade

Na 11.ª rodada, o Corinthians recebe o Botafogo, em Itaquera. Na sequência, enfrenta a Ponte Preta novamente em casa. Na 13.ª rodada visita o Palmeiras. E depois encara o Atlético-PR em Itaquera. Quatro partidas seguidas em São Paulo, três delas como mandante.

No segundo turno, o Corinthians volta a ter uma sequência de quatro jogos em São Paulo e uma fora de casa, entre as rodadas 21 a 25. Estas partidas são contra os mesmos adversários que enfrentam da segunda à sexta rodada, só que com o mando invertido.

Mas embora favorecido no segundo turno, há desvantagem no primeiro, com uma diferença sútil: no segundo turno serão quatro jogos em São Paulo e um fora da cidade, já no primeiro turno serão dois em São Paulo e três fora.

Outras equipes também jogam três vezes seguidas em suas cidades: casos de Fluminense, Vasco e Botafogo, duas sequências cada um; e Atlético-PR, Atlético-MG, Cruzeiro, Coritiba, Vitória e Bahia, uma vez cada. #Tabela do Brasileirão