O Figueirense passou por uma situação inusitada na partida realizada nessa terça-feira, no estádio Orlando Scarpelli. Fábio, #Goleiro titular na partida contra o Boa Esporte, simplesmente abandonou o jogo no intervalo. O goleiro estava fazendo sua primeira oportunidade como titular na equipe catarinense. Falhou feio no primeiro gol da equipe mineira, alegou problemas pessoais e acabou sendo substituído. O arqueiro se quer ficou no banco de reservas para a etapa complementar.

De acordo com Carlos Arini, superintendente de esportes do #Figueirense, o arqueiro pegou um táxi e deixou o Orlando Scarpelli antes do jogo terminar.

Publicidade
Publicidade

Arini disse que ele mesmo trouxe o goleiro para o clube e que trabalhou com Fábio em 2008. Relatou que o goleiro sempre teve personalidade. O superintendente ainda ressaltou que já entrou em contato com o jogador, e que o mesmo não faz mais parte dos planos do clube, que em nenhum momento a equipe catarinense foi comunicada de qualquer problema pessoal do atleta.

Situação complicada

"O goleiro notificou que está com uma situação extracampo muito complexa. Normalmente, quando acontece uma situação dessa, o jogador procura a diretoria para conversar. É um tipo de reação que complica o treinador e a todos os envolvidos, pois a equipe catarinense teve que queimar uma substituição", disse Carlos Arini.

Surpresa com a atitude

Carlos se diz surpreso com a atitude do goleiro e chegou a pensar que seria uma possível lesão.

Publicidade

Ele ainda relatou que quando trouxe o jogador para o clube, foi por causa da experiência, e que quando recebeu a informação de que o jogador tinha abandonado o jogo e se retirado do estádio de táxi, ligou para o atleta para saber o porquê da atitude inusitada.

"Se é um goleiro jovem, dava até pra entender, mas, um atleta com a experiência e bagagem que Fábio tem, com as atuações feitas no campeonato catarinense, me pegou de surpresa", disse Arini.

A busca por um novo arqueiro

"Provavelmente a equipe irá buscar um novo goleiro. O que aconteceu foi muito rápido, e não podemos deixar que a mídia crie uma crise ou uma novela. Estou deixando bem claro para todos, em especial aos torcedores do Figueirense. Falhar em um lance, qualquer goleiro falha, mas abandonar uma partida no intervalo e ir embora do estádio, é muito grave", relatou o superintendente.

A equipe catarinense volta a campo na próxima terça-feira (6) contra o Internacional. #Futebol