Uma típica manhã de domingo em que os fãs de Fórmula 1, em especial os fãs de Ayrton Senna , ligavam suas televisões para mais uma corrida. Mas o que ninguém esperava é que naquela bonita manhã de domingo um dos maiores pilotos e maior ídolo brasileiro sofreria um trágico acidente que o vitimaria, levando à morte. No dia 1º de maio de 1994, há exatamente 23 anos, Ayrton Senna da Silva sofria um acidente fatal.

Naquela manhã de domingo, o tricampeão mundial deixaria uma falta irreparável e um vazio insubstituível nos milhares de fãs que tinha no Brasil e no mundo. A tese mais aceita para o acidente é que a barra de direção do carro da Williams pilotada pelo brasileiro quebrou, fazendo com que Senna perdesse o controle do carro e batesse em um muro a aproximadamente 300 km/h.

Publicidade
Publicidade

Com o impacto, a barra de suspensão teria se partido, atingindo a cabeça do piloto. Ele chegou a ser levado para o hospital, mas muitos especulam que Senna perdeu a vida ainda na pista.

Ayrton Senna começou na Fórmula 1 em 1984, correndo pela equipe Toleman. Era um carro pouco competitivo, mas que Ayrton sempre colocava entre os oito primeiros. As equipes grandes perceberam o talento do brasileiro e em 1985 ele já pilotava um Lotus, carro com o qual garantia a sua primeira vitória, em um GP de Portugal marcado por uma chuva torrencial.

Depois foi pilotar para a McLaren, onde em 1988 garantia o seu primeiro campeonato mundial. Em 1990, ainda pela equipe inglesa, veio o segundo titulo, seguido no ano seguinte pelo tricampeonato.

O relato da médica que atendeu Senna

A médica Maria Teresa Fiandri foi quem recebeu o piloto quando ele chegou ao Hospital Maggiore, em Bolonha, meia hora após o acidente.

Publicidade

Ela foi a pessoa que avisou ao mundo, há 23 anos, que Ayrton Senna estava morto.

Ele chegou ao hospital 32 minutos depois do acidente, em Imola, a 35 km de distância. Um helicóptero transportou Senna e uma equipe de reanimação que tentava mantê-lo vivo.

O piloto morreu na hora, relatou a médica. "Da pista, o doutor Gordini já tinha me avisado que havia pouco a fazer", disse Maria Teresa. "Do ponto de vista cerebral, já não havia mais atividade imediatamente após a batida. Ele chegou ao hospital com o pulso fraquíssimo, quase sem pressão. Mas, depois, voltou ao normal. Só que não havia mais atividade cerebral, era uma questão de tempo para que ele fosse legalmente considerado morto."

Ayrton Senna da Silva

Senna , brasileiro, piloto de Formula 1, nasceu no dia 21 de março de 1960, era torcedor fanático do time do Corinthians. Foi tricampeão mundial de F1, tornando -se um dos pilotos mais aclamados e queridos no Brasil e no mundo.

Ayrton Senna foi namorado de nomes famosos, como a eterna rainha dos baixinhos Xuxa e também da apresentadora Adriane Galisteu, com quem, segundo fontes, tinha planos de casamento.

Publicidade

Ayrton não teve filhos, mas a ex-modelo Edilaine Gonçalvez chegou a afirmar que teve uma filha com o piloto. Noticia essa que foi desmentida através de um exame de DNA, exigido em processo aberto na Justiça pela família Senna.

Seu sobrinho Bruno Senna seguiu os passo do tio e tentou seguir carreira de piloto na Formula 1. Hoje é piloto da Formula E. Bruno é filho de Viviane Senna. Ayrton Senna ainda hoje é lembrado e aclamado como um dos melhores pilotos da história da Formula 1.

Instituto Ayrton Senna

O Instituto Ayrton Senna é uma organização sem fins lucrativos que trabalha para ampliar as oportunidades de crianças e jovens por meio da educação. Impulsionados pelo desejo do tricampeão de Fórmula 1 Ayrton Senna, tem como missão levar educação de qualidade para as redes públicas de ensino no Brasil.

Atuam em parceria com gestores públicos, educadores, pesquisadores e outras organizações para construir soluções concretas para os problemas da educação básica. Suas ações são financiadas por recursos de doações e de parcerias com a iniciativa privada . Ayrton Senna deixou mais que um legado. Deixou exemplo de vida e uma eterna saudade em nós. #saudades #Fórmula1 #AyrtonSenna