Não deu para o técnico Deivid. Após sofrer três derrotas em três jogos no Campeonato Brasileiro da Série B, a diretoria do #Criciúma decidiu pelo desligamento do técnico e não perdeu tempo para anunciar seu sucessor. Agora, o Tigre será comandado pelo experiente Luís Carlo Winck, que já assume a partir desta quarta-feira (31).

Não foi apenas Deivid quem deixou o time catarinense. No mesmo comunicado, também foi anunciado o desligamento de toda a comissão técnica e do executivo de futebol Gabriel Skinner. Nem mesmo o pacto firmado pelos atletas um dia antes foi suficiente para manter o treinador no cargo. Pesou mais as três derrotas seguidas – duas em casa - e a lanterna da segunda divisão nacional, sendo que o time é o único dos 20 ainda a não pontuar.

Publicidade
Publicidade

Após a derrota pera o América MG, na última sexta-feira (26), os torcedores vaiaram jogadores e pediram sua saída.

O agora ex-treinador havia chegado ao Tigre em dezembro do ano passado, para ocupar o lugar de Roberto Cavalo. No estadual deste ano, a equipe passou longe de brigar pelo título, sendo a quarta colocada no primeiro turno e a segunda colocada no segundo turno, ficando fora da final. Na Primeira Liga, foi o último colocado de sua chave com três derrotas e, na Copa do Brasil, foi eliminado na terceira fase após um empate e uma derrota para o Fluminense.

Experiência

Para tentar se recuperar na #Série B, o Criciúma decidiu apostar em um técnico com perfil oposto ao anterior. Se antes o time era comandando por um técnico que havia apenas dirigido um time na carreira – o Cruzeiro no início do ano passado -, agora a diretoria decidiu apostar na experiência, trazendo Luís Carlos Winck, de 54 anos.

Publicidade

Ele já dirigiu vários clubes do interior gaúcho e seu último trabalho havia sido no Caxias.

A estreia de Winck será no sábado (3), quando o Carvoeiro irá até a Arena Pantanal encarar o Luverdense, que também não vem bem, apesar do título da Copa Verde. O time do centro-oeste é o 18º colocado com apenas um ponto ganho.

A rodada

A quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B seguiu, nesta terça-feira (30), com dois jogos. Em Florianópolis, com direito a falha grotesca do estreante goleiro Fábio, que no intervalo pegou um taxi e foi embora do estádio Orlando Scarpelli, o Boa Esporte surpreendeu o Figueirense com uma vitória por 2 a 0. Já no estádio Bento de Freitas, o Brasil de Pelotas conquistou sua primeira vitória na Série B ao bater o Náutico, também por 2 a 0. #Dança dos Técnicos