O Palmeiras goleou o Vasco por 4 a 0 na estreia no Campeonato Brasileiro. A goleada teve dois pontos fundamentais: o primeiro foi a escalação do técnico Cuca, que conseguiu armar o time exatamente como estava em 2016. Pressionando, batendo até a hora do gol. O segundo ponto crucial foi a nítida recuperação da confiança de Miguel Borja, atacante que veio do Atlético Nacional e tinha estado até na reserva com Eduardo Baptista, ex-treinador. O colombiano marcou dois gols e mostrou muito empenho e satisfação em campo, participando ativamente do jogo.

Borja, aliás, era um dos pedidos especiais da diretoria para o treinador. O jogador custou mais de R$ 35 milhões e não estava trazendo benefícios reais, mesmo com o pouco tempo de adaptação.

Publicidade
Publicidade

Bastou uma conversa de Cuca e a escalação oficial para a confiança - e os gols - voltarem.

Novo lateral

Segundo Oswaldo Paschoal, do canal de TV Fox Sports, o Palmeiras está atrás de outro lateral para a esquerda. A ideia é ter um substituto ideal para Zé Roberto ou até mesmo um titular para a posição. O jornalista confirmou que Danilo Avellar, do Torino, interessa. Cuca teria feito o pedido pessoalmente, inclusive.

O #Palmeiras não comenta contratações e especulações. De acordo com o site, Robalinho, empresário do jogador, foi procurado mas não quis falar sobre nenhum tipo de interesse para não tumultuar o ambiente no time italiano.

Na última quinta-feira, Alexandre Mattos, Maurício Galiote e José Roberto Lamacchia (dono das empresas Crefisa e FAM ao lado de Leila Pereira) foram jantar em um restaurante da capital paulista.

Publicidade

O jantar também teve como objetivo discutir alguns pontos de novos reforços, como por exemplo o pagamento do zagueiro Juninho, que veio do Coritiba e deve ser anunciado hoje oficialmente. Os comentários de bastidores dão conta de que Galiotte conversou com o empresário sobre um novo lateral pedido por Cuca. Lamacchia autorizou de pronto a busca e disse que o grande objetivo é a conquista da Copa Libertadores, 'custe o que custar'.

O Torino pediu 2,5 milhões de euros para liberar o jogador em definitivo, valor considerado alto pela diretoria palmeirense. Avellar tem 27 anos e foi revelado pelo Rio Claro, clube do interior do Estado de São Paulo. Além do time do interior e italiano, passou por diversos times de menor expressão da Europa.

Se confirmar a contratação, o Palmeiras vai fomentar briga positiva para a posição. Egídio e Zé Roberto são as opções atuais do treinador. #Mercado #Futebol