O atual campeão brasileiro não para de se reforçar, e está perto de contratar mais um jogador para essa temporada. Depois de liberar os atacantes Rafael Marques para o Cruzeiro e Alecsandro para o Coritiba, o #Palmeiras vai atrás de um atleta para esta função. E o nome da vez é o centroavante Sassá do Botafogo, que vem passando por problemas internos no Alvinegro, o que facilita a negociação. O Verdão pagará cerca de 1,5 milhão de dólares, além de arcar com valor integral do salário dele, que gira em torno dos R$ 200 mil.

Sassá tem contrato com o Botafogo até o fim deste ano, e a renovação não está sendo fácil. A diretoria do Glorioso chegou a fazer uma proposta de extensão de vínculo, mas foi considerada irreal pelo atleta, e por isso nem relacionado foi na última partida, diante do Grêmio.

Publicidade
Publicidade

A situação irritou os torcedores, que o chamaram de mercenário pelas redes sociais, esquentando ainda mais o clima do atacante no clube.

Como a renovação deste vínculo é bem improvável, por essas diversas dificuldades, além de falta de grana, o Botafogo acredita que a melhor solução é vender logo o jogador, para não perder dinheiro mais na frente.

Histórico de indisciplinas

Não é de hoje que o atacante tem problemas com a diretoria e torcida. Ele já teve inúmeros casos de indisciplina desde que começou no profissional. Fotos em noitadas pelo Rio de Janeiro, postagem nas redes sociais esbanjando dinheiro, são alguns dos exemplos.

A situação ficou mais marcada quando ele ficou de fora da lista do Botafogo que jogou a Pré-Libertadores, no início da temporada. O treinador Jair Ventura não gostou de algumas atitudes do atacante, então não colocou entre os relacionados para disputar as duas fases eliminatórias que antecedem a Libertadores.

Publicidade

Disputa no Palmeiras

Se já tinha dificuldade para ser titular no Botafogo, no qual disputava posição com Rodrigo Pimpão, Roger e Guilherme, no Palmeiras a concorrência será ainda maior. O Verdão conta com diversos jogadores da mesma posição: Borja, Keno, Roger Guedes, Willian Bigode, além de Dudu, que também joga na frente.

Sassá nunca foi titular absoluto pelo Glorioso, mesmo sendo artilheiro em diversos momentos. Sempre foi considerado apenas uma excelente opção.

Vale lembrar também que ele foi emprestado para dois clubes, durante esse período de Botafogo, as duas vezes em 2014. Atuou pelo Oeste, no qual jogou três partidas e não balançou as redes, e no Náutico, onde fez nove gols, em 22 jogos. #Mercado da bola #Sassa