A Europa poderá conhecer nesta sexta-feira (12) mais um campeão. Com 7 pontos a mais que o vice líder Tottenham e faltando apenas três rodadas para o final da competição, o #Chelsea poderá garantir mais um título do Campeonato Inglês caso vença, fora de casa, o West Bromwich. O jogo acontecerá às 16h (horário de Brasília).

Apesar de ocupar uma tranquila oitava colocação, com 45 pontos, o adversário dos Blues vem descendo a ladeira na competição. Nas últimas 5 rodadas, West Bromwich sofreu 4 derrotas e empatou 1 jogo. Já o Chelsea, que soma 84 pontos, após perder para o Manchester, engatou uma sequencia de 3 vitórias consecutivas e viu a vantagem para os Spurs aumentar após tropeços dos londrinos na semana passada, contra o West Ham.

Publicidade
Publicidade

Para o Tottenham ficar com o título, teria que torcer para que o Chelsea perdesse ao menos dois jogos e empatasse outro, além, é claro, de fazer sua parte ganhando seus três últimos duelos - próximo deles contra o Manchester United, no domingo (14).

O menos badalado

Quando o campeonato começou, a imprensa esportiva direcionou todos os seus holofotes para os técnicos dos times de Manchester. Pelo City, Pep Guardiola chegava após três temporadas vitoriosas no Bayern de Munique, enquanto que o lado vermelho da cidade recepcionava o português José Mourinho. E até que a equipe dirigida pelo espanhol fez bonito, vencendo os 5 primeiros jogos.

Enquanto isso, o Chelsea do menos badalado Antônio Conte venceu apenas 3 dois 6 primeiros jogos na temporada, perdendo inclusive os duelos contra Liverpool e Arsenal, este último por 3 a 0.

Publicidade

E foi justamente com a derrota para o rival de Londres que as coisas começaram a mudar para os Blues.

Conte mudou o esquema tático para 3 zagueiros, adotando um 3-4-3. Com isso, o time engatou uma sequencia 13 vitórias seguidas, com direito a goleada por 4 a 0 sobre o United, 5 a 0 no Everton, além de triunfos sobre o Manchester City e o Tottenham, que por sinal foi o time que quebrou essa sequencia, já no segundo turno. Lembrando que na Inglaterra a ordem dos jogos do segundo turno não obedece a do primeiro.

Se a princípio a ideia de jogar com 3 defensores poderia soar como a de um time que apenas se defende, Conte mostrou que não. Com a nova formação tática, a equipe se tornou o ataque mais arrasador da #premier league, tendo anotado até o momento 75 gols.

Má campanha ajudou

Outro fato apontado pelos especialistas para o sucesso do Chelsea na temporada é a ausência do time em competições europeias, devido a péssima campanha na temporada passada, quando, inclusive, chegou a flertar com a zona de rebaixamento.

Publicidade

Enquanto seus principais adversários dividem suas atenções com a Liga dos Campeões e a Liga Europa, o time londrino concentra todas as suas atenções no campeonato inglês.

Assim, Conte pôde rodar pouco o elenco, ficar menos suscetível a contusões, além de ter um espaço maior para trabalhar entre um jogo e outro - luxo que ele não terá na próxima temporada, uma vez que a equipe voltará a jogar a Champions League. #Futebol Internacional