O discurso interno no #São Paulo no momento é a necessidade de um fato novo, para tentar dar uma sacudida positiva no elenco. Diante dos problemas recentes que aconteceram no Morumbi, muitas possibilidades aparecem para o clube, uma delas pode ser a contratação do meia Nenê do Vasco, segundo Alfredo Loebeling, do Esporte Interativo.

O Tricolor sempre foi um dos interessados em contar com o apoiador, mas a dificuldade do Gigante da Colina em liberar, e a falta de grana sempre foram impeditivos para fazer qualquer negócio. Entretanto, parece que as coisas mudaram em São Januário. Milton Medes escalou Nenê entre os reservas no treino desta sexta-feira, e a tendência é que seja banco na próxima rodada do Brasileirão, diante do Bahia.

Publicidade
Publicidade

De olho na situação, o São Paulo monitora o jogador cruzmaltino, e deve fazer uma proposta em breve.

Nenê tem contrato com o #Vasco até o final da próxima temporada, e mesmo que não tenha o prestígio de outro momento, a diretoria ainda o enxerga como uma peça valioso no cenário brasileiro, então vai querer uma compensação para liberar o atleta. E justamente isso que pode complicar o Tricolor na transação, pois vive com dificuldades financeiras. A trocar de jogadores pode ser uma saída para fazer o negócio.

Rogério Ceni já foi perguntado em uma coletiva de imprensa sobre o meia, e fez questão de elogiar o apoiador cruzmaltino. ''É um excelente jogador, tem muita qualidade. Mas para você armar o time com Nenê e Cueva para o esquema tático que atuamos é complicado. É um jogador de qualidade, mas não necessariamente que poderíamos contratar'', explicou.

Publicidade

Naquele momento, o São Paulo não via a chegada de Nenê como necessária, mas como as coisas desandaram por lá, o Tricolor começa a repensar na chegada do apoiador.

Vontade de jogar em São Paulo

Um ponto que pode contar a favor do Tricolor é o fato do meia ter declarado no início do ano, o desejo de atuar em São Paulo, para ficar mais próximo da família. ''Estou me abrindo, isso vai sair em tudo que é lugar, eu sei. Mas a realidade é essa. Eu voltei para o Brasil para ficar perto dos meus filhos, e no Rio eu não estou conseguindo ficar o tempo que eu gostaria", disse.

Trajetória no Vasco

Nenê chegou no Vasco em 2015, para tentar livrar a equipe do terceiro rebaixamento, e quase conseguiu. Pegou uma equipe praticamente garantida na segunda divisão, mas por muito pouco não conquistou o objetivo de salvar o clube. Foi peça fundamental naquela recuperação e na sequencia invicta do time em 2016. Mas a partir do meio da temporada passada, caiu de produção e não consegue mais repetir as atuações do início de sua trajetória no Cruzmaltino. #Nenê