O São Paulo terminou 2016 à procura de um #Goleiro e pelo visto essa busca por uma camisa 1 continua. Segundo informações do jornalista Wanderley Nogueira, da Rádio Jovem Pan, de São Paulo, o Tricolor tenta a contratação de Alisson, goleiro da Roma, da Itália, e titular da Seleção Brasileira.

As más atuações de Denis na temporada passada fizeram o São Paulo ir à procura de um goleiro para assumir a camisa 1 que esteve com Rogério Ceni de 1997 a 2015. Para 2017, o Tricolor acertou a contratação de Sidão, que se destacou no Audax. O goleiro assumiu a titularidade, fez algumas boas partidas, não foi bem em outras e se contundiu.

Publicidade
Publicidade

Com a contusão do novo titular, a camisa 1 voltou para Denis, que praticamente sepultou as chances de voltar a ser o titular depois da má atuação no clássico contra o Palmeiras, na primeira fase do Paulistão. O São Paulo perdeu por 3 a 0 na casa do adversário.

A titularidade, então, foi assumida por Renan Ribeiro, que até o momento continua com a vaga. Mesmo assim, o São Paulo estaria em busca de #Alisson, goleiro de Tite na Seleção Brasileira.

Hoje, Rogério Ceni tem quatro goleiros à disposição: Renan Ribeiro, Sidão, Denis e Lucas Perri, este último ainda uma promessa e Denis praticamente descartado diante das atuações ruins e da impaciência do torcedor.

Alisson

O ex-goleiro do Internacional foi negociado com a Roma, mas hoje é reserva no time italiano. Mesmo com a ausência entre os titulares, o goleiro continua sendo convocado por Tite para a Seleção Brasileira.

Publicidade

Não se sabe até quando.

Por isso mesmo, é importante que Alisson volte a ser titular e passe a ver visto em ação por Tite. Em relação ao futebol brasileiro, a melhor equipe seria o São Paulo.

Primeiro, porque a equipe comandada por Rogério Ceni busca um goleiro para assumir a camisa 1 com segurança. Embora Renan Ribeiro esteja bem, ele não é titular absoluto.

Segundo, o São Paulo tem visibilidade internacional e poderia ajudar em uma volta do goleiro ao futebol europeu no futuro. Terceiro, Alisson precisa jogar para manter a titularidade da Seleção Brasileira.

Quarto, o goleiro aceitaria jogar em qualquer equipe que lhe garantisse a titularidade para continuar sendo convocado no melhor momento da Seleção Brasileira nos últimos anos. Repórter experiente, Wanderley Nogueira só noticiou o interesse, mas não deu detalhes da negociação, como valores e tempo de contrato.

Alisson tem Rogério Ceni como um de seus ídolos e ficou feliz de trabalhar com o goleiro durante a Copa América Centenário do ano passado, em que Ceni foi convidado por Dunga para acompanhar a Seleção Brasileira como treinador adjunto. #São Paulo FC