Um sargento do 19º BPM (Copacabana) foi preso neste domingo (7), logo após o Flamengo conquistar seu 34º título estadual, depois de vencer o #Fluminense por 2 a 1. Para comemorar a conquista do rubro-negro, ele hasteou uma camisa do #Flamengo ao lado da bandeira do Brasil, na fachada do batalhão. O fato provocou sua prisão, determinada por seu comandante.

O militar, que não teve o nome divulgado, fotografou a camisa hasteada e compartilhou em um grupo de WhatsApp. A imagem foi repassada por várias pessoas, até chegar aos seus superiores, que determinaram a prisão domiciliar do sargento. Em nota, a corporação explicou que ele feriu o regulamento interno.

Publicidade
Publicidade

Falando em camisa

Após marcar o segundo gol da vitória contra o Fluminense na decisão do campeonato estadual do #Rio de Janeiro, o lateral Rodinei não se conteve e correu para a galera. No entanto, no meio da comemoração ele acabou perdendo sua camisa, que ficou junto com os torcedores.

O manto, no entanto, não ficou muito tempo “desaparecido” e poucas horas depois acabou surgindo uma foto da camisa nas redes sociais postada por um torcedor. Ainda no campo, o jogador brincou durante uma entrevista, dizendo que iria ver as imagens para ver quem a pegou e depois iria atrás da pessoa. No entanto, ao ver a publicação o jogador brincou: “Achooooooou! É campeãããão!”, postou em um dos comentários.

O Rodinei está de bem com a torcida. Além do gol que marcou na decisão do estadual, o lateral havia aberto o caminho para a vitória contra a Universidad Católica, na última quarta-feira (3), por 3 a 1, resultado que deixou o time bem perto de uma vaga nas oitavas de final da Copa Libertadores da América.

Publicidade

O jogador revelou que já queria ter corrido para a torcida naquele jogo, mas acabou escorregando na comemoração.

Pode isso?

Outro fato que tem gerado muita polemica após a decisão no Rio de Janeiro foi um gesto que o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães fez no momento do gol de empate do Flamengo, anotado por Guerreo. Muitos torcedores rivais compartilharam a imagem do que parecia uma comemoração do árbitro com gol do peruano. Veja o polêmico vídeo abaixo.

Nesta segunda-feira (8), o presidente da Comissão de Arbitragem, Jorge Rabello, criticou todo o barulho feito em cima do gesto e disse que não iria dar eco para esse assunto, preferindo dar destaque para a atuação da arbitragem tanto na final do campeonato, como em todo o estadual. De acordo com Rabello, durante toda a competição, ocorreram apenas duas polêmicas envolvendo arbitragem.