Após abandonar o banco de reservas durante a partida contra a Lazio, pela penúltima rodada do Campeonato Italiano, o atacante Gabriel nem sequer foi relacionado para a partida de despedida da Internacionale de Milão da temporada, o que aumentou rumores sobre sua saída. Nesta terça-feira (30), o jornal espanhol As publicou que o Las Palmas, time da primeira divisão da Espanha, estaria interessado no futebol do ex-santista.

Uma fonte ouvida pela publicação revelou que o clube já havia tentado a contratação do brasileiro, mas as circunstâncias impediram que o negócio se concretizasse. Agora ele voltou a ser especulado, mas as conversas ainda estão no início.

Publicidade
Publicidade

Na última temporada, o Las Palmas foi o 14º colocado na liga espanhola com 39 pontos ganhos. Foram 10 vitórias, 9 empates e 19 derrotas.

Um fato que ainda pode segurar #Gabigol, pelo menos ainda pelas próximas semanas, no clube é o fato da Inter ainda não ter definido seu próximo treinador. Especula-se que Luciano Spalletti, que acabou de deixar o comando da Roma, assuma o cargo. No entanto, o ato de rebeldia ao abandonar o banco de reservas com o jogo ainda em andamento não foi bem visto pela diretoria e isso pode ter peso decisivo para sua saída.

Gabriel chegou à Inter de Milão logo após conquistar a medalha de ouro nas Olímpiadas do Rio de Janeiro com a Seleção Brasileira. No novo clube, o atacante teve poucas oportunidades com os três treinadores que por lá passaram, fazendo apenas dez jogos e marcando um solitário gol.

Publicidade

Rumo ao Brasil

Enquanto não define seu futuro na Europa, Gabriel está voltando ao Brasil para passar férias. Nesta terça-feira (30), o jogador publicou em seu Facebook “Até mais Itália. Tô chegando Brasil”, acompanhado de uma foto.

Não demorou muito para vários torcedores se manifestarem, pedindo para que ele tente forçar um empréstimo de volta ao #Santos. Outros lhe desejaram força, afirmando que ele não teve muitas oportunidades em sua primeira temporada na Europa. Já algumas fãs foram além, sugerindo que o jogador fosse “sequestrado” e até oferendo sua casa como “cativeiro”.

E os santistas têm motivos para pedir a volta do jogador ao clube. Promovido ao time profissional com apenas 16 anos de idade, curiosamente estreando em partidas oficiais no mesmo jogo em que Neymar fazia sua despedida. Em 157 partidas pelo Peixe, entre 2013 e 2016, o atacante marcou 57 gols. Nesse período, conquistou duas vezes o título do Campeonato Paulista. #Mercado da bola