Agora sendo dirigido pelo argentino Marcelo Bielsa, o Lille pode ser o primeiro time europeu a desfalcar o Santos na próxima janela de transferência europeia, que na #França abre no dia 9 de junho e vai até 31 de agosto. O alvo da equipe francesa é o meia Thiago Maia, pelo qual foi oferecido 15 milhões de euros, cerca de 50 milhões de reais.

No ano passado, o atleta já havia sido procurado pelo Zenit da Rússia logo após conquistar a medalha de ouro com a Seleção Olímpica, mas preferiu ficar na Vila Belmiro. Desta vez, no entanto, o desfecho pode ser diferente. De acordo com notícia publicada pelo site da ESPN Brasil, o empresário Giuliano Bertolucci tem relações estreitas com o diretor do clube francês Marc Ingla e isso fez com que o clube olhasse com interesse para o jogador do Peixe.

Publicidade
Publicidade

Recentemente, o #Santos precisou pegar um empréstimo junto à Bertolucci e em contrapartida cedeu a exclusividade dos direitos de venda tanto de Thiago Maia quanto do meia Victor Bueno – ambos agenciados por ele -, sendo que este último chegou a ser assediado pelos franceses em janeiro, mas o Santos recusou a proposta, algo que não deve acontecer desta vez. O clube praiano ainda teria que pagar 8% de comissão ao agente. O presidente Modesto Roma já havia revelado que o Peixe negociaria ao menos um atleta na janela de transferência do verão europeu.

O Lille tem olhado com bastante cuidado para o mercado brasileiro. Em janeiro o clube, que terminou a última temporada na 11ª colocação, já havia tentado tirar Luiz Araújo do São Paulo e contratou junto ao Avaí o zagueiro Gabriel, destaque da Seleção Brasileira Sub 20, por 10 milhões de reais.

Publicidade

Desejo em trabalhar com Bielsa

Desde o início do ano no Lille, o zagueiro Gabriel não esconde a ansiedade de trabalhar com o técnico Marcelo Bielsa na próxima temporada. O jovem de 19 anos acredita que coisas boas virão com a chegada do treinador argentino e que espera aprender muito com ele, especialmente no que diz respeito à parte tática. “Quero me firmar aqui, quem sabe disputar grandes competições como a Liga dos Campeões ou a Liga Europa”.

Durante a última edição do Campeonato Sul-Americano Sub 20, diversos jogadores da Seleção foram assediados por clubes europeus, mas foi o avaiano a ser o primeiro a definir sua situação. Flamengo e Palmeiras chegaram a lhe sondar, mas segundo ele, não apresentaram propostas concretas, diferente do Lille. “Claro que seria ótimo ter jogado uma Série A do Brasileiro por esses clubes, mas a Ligue 1 é um campeonato muito diferente do Brasil”, disse. #Mercado da bola