Publicidade
Publicidade

São-paulinos de todo o Brasil não querem mais ver o apresentador e ex-jogador do Corinthians #Neto apresentando o seu programa no canal pago Bandsports de um camarote do Estádio do Morumbi. Os torcedores do São Paulo lançaram campanha nas redes sociais e estão usando a hashtag #netovaiprogalinheiro para pedir que a gravação do programa “Baita, Amigos” seja feita em outro lugar e não mais no Morumbi. O galinheiro na tag faz referência à Arena Corinthians.

A indignação começou na semana passada, quando Neto levou ao seu programa o técnico do Corinthians, Fabio Carille, logo depois da conquista do time alvinegro no Campeonato Paulista.

Publicidade

Para alguns são-paulinos, o ex-jogador e atualmente apresentador do Grupo Bandeirantes estaria levando corintianos para comemorarem seus títulos dentro do Morumbi.

O programa de Neto é realizado dentro do camarote da Unyco e o São Paulo não ganha nada por isso diretamente. O espaço é alugado para a Unyco, que disponibiliza o espaço para o Bandsports e recebe por isso. Ou seja, a Bandsports paga um valor para a Unyco, que paga para o São Paulo pelo espaço.

O site SPFC.net, bastante acessado pela torcida do Tricolor, postou um texto intitulado “Neto: nós te expulsaremos do Morumbi”. O manifesto contra o comentarista esportivo já foi acessado por quase 300 mil são-paulinos.

De acordo com o texto, o ex-dirigente são-paulino Marco Aurélio Cunha, que tem bastante influência ainda no Morumbi, já foi acionado por um grupo de torcedores para que atitudes sejam tomadas.

Publicidade

Polêmicas

O nome de Neto é associado a polêmicas desde os tempos em que ele era jogador. Com passagens por Guarani, Palmeiras e Corinthians, o ex-meia é polêmico por natureza.

Como apresentador e comentarista, a situação não é diferente. Neto já bateu boca com colegas de profissão e com jogadores e virou notícia pelas polêmicas criadas. Recentemente, o ex-jogador entrou em atritos com o volante palmeirense Felipe Melo. Neto criticou atitudes do jogador, que o chamou de “bobão” em uma entrevista ao vivo na Band.

No início do mês, Felipe Melo declarou apoio ao candidato ao pré-candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSC-RJ), e Neto o criticou por apoiar alguém que, em suas palavras, é “homofóbico”. Anos atrás, Neto bateu boca com o também jornalista Benjamin Back, durante programa na Band, e teria pedido a “cabeça” do colega para a diretoria da emissora. Back acabou desligado. #Polêmica #Craque Neto