Após uma estreia desastrosa na edição do Campeonato #brasileiro de 2017, após perder pelo placar de 4x0 para o Palmeiras, no Allianz Parque, a necessidade de reforçar o setor defensivo do clube ficou mais evidente ainda.

Os dirigentes vascaínos se viram numa posição pouco confortável, em que ficam forçados a negociarem de forma mais urgente com atletas que já viam sendo sondados. A principal necessidade do clube, no momento, é reforçar a zaga, já que a dupla titular que enfrentou o Palmeiras no último domingo foi bastante criticada. Rafael Marques e Jomar cometeram muitas falhas, tendo o último virado alvo maior da torcida.

Publicidade
Publicidade

Reforços

Até o momento, o Vasco da Gama anunciou a contratação de Bruno Paulista, Breno e Paulão, tem também praticamente confirmada a contratação do zagueiro Anderson Martins.

A situação de Breno gerou polêmica entre três clubes: o São Paulo, dono do seu passe, o Atletico-GO, com quem o Zagueiro já tinha a apresentação oficial confirmada, e o #Vasco, que “atravessou” a negociação. Breno estava apalavrado com o time goiano, em uma negociação em que o clube de Goiás iria arcar com boa parte dos salários do zagueiro, que giram em torno dos R$ 100 mil mensais. Em troca, o São Paulo ficaria, por empréstimo, com o jogador João Pedro até o final do ano com preço de compra já fixado. A proposta vascaína é menos vantajosa, já que o clube carioca ofereceu apenas o salario integral do jogador.

Paulão é o segundo reforço para a zaga.

Publicidade

O jogador tem contrato com o Internacional de Porto Alegre até dezembro de 2019,mas vai por empréstimo ao Vasco até o final da atual temporada. Paulão foi alvo de sondagens do Botafogo-RJ, mas o alto salário do atleta, que até então pedia R$ 250 mil mensais, emperrou a negociação com o time da estrela solitária. Paulão é mais um que tem a sua contratação questionada pela torcida cruzmaltina, já que o mesmo é apontado pela torcida do clube gaúcho como um dos principais culpados pela campanha de rebaixamento no campeonato de 2016. O Vasco da Gama arcará integralmente com o salário do jogador. O mesmo assinará contrato sem cláusula de renovação automática.

Outro jogador já confirmado pela diretoria do clube é o meia-volante Bruno Paulista. O jogador já treina no clube e terá sua apresentação oficial na quarta-feira, dia 17. O jogador já havia treinado no clube durante o mês de fevereiro, mas a negociação não se efetivou por causa de problemas envolvendo a venda do jogador entre Bahia e Sporting-POR.

Publicidade

A contratação mais esperada e que vem sendo costurada desde o mês de dezembro de 2016 é a do zagueiro Anderson Martins, considerado pela diretoria e comissão técnica como uma “luz no fim do túnel” para arrumar o setor defensivo do clube. O jogador já atuou pelo Vasco e foi campeão da Copa do Brasil em 2011, quando se destacou ao lado do zagueiro Dedé, atualmente no Cruzeiro.

A diretoria da como certa a contratação do jogador, mas um forte concorrente entrou na briga, trata-se do Atlético-MG, que confirmou oficialmente o interesse pelo jogador. Anderson viria para assinar um contrato longo e com salários em torno de R$ 300 mil por mês.