Praticamente fechado com o Atlético Goianiense, o zagueiro Breno vestirá outra camisa neste Campeonato Brasileiro. O Vasco atravessou o negócio e fechou a contratação por empréstimo do jogador junto ao São Paulo. O cruzmaltino também acertou com outro zagueiro, vindo do Internacional, Paulão.

O negócio, no entanto, não deixou nada satisfeito Adriano Spadoto, empresário de Breno, que disse que não havia participado da negociação com o time carioca. Ele explicou que o acerto com o clube goiano já estava certo e que um empresário que tem respaldo forte no #Vasco entrou em contato com a esposa do jogador, argumentando que era melhor ele ir para o Rio de Janeiro.

Publicidade
Publicidade

“Não compartilho desse negócio”, disse Spadoto.

Com a recusa de Breno em defender o Dragão, o São Paulo poderá ficar sem o atacante João Pedro, de apenas 19 anos, e que viria do time goiano para o Tricolor também por empréstimo. Isso agora vai depender de uma improvável negociação entre os clubes.

Quem também está chegando ao Vasco é o zagueiro Paulão, que estava sem espaço no Internacional. Dessa forma, o time de Milton Mendes espera repor jogadores em uma posição que estava carente no elenco. Após a saída de Rodrigo e Luan, que foram para Ponte Preta e Palmeiras, respectivamente, o time só contava com Jomar, Rafael Marques e o recém-promovido do sub-20 Ricardo. A diretoria espera ainda contratar mais um atleta para a defesa.

Sem preocupação

Se depender das palavras do técnico Milton Mendes, o torcedor vascaíno não precisa ficar preocupado com o time neste Campeonato Brasileiro, mesmo após estrear perdendo por 4 a 0 para o Palmeiras, no Allianz Parque.

Publicidade

O treinador enxergou aspectos positivos na atuação do time e acredita que o grupo dará a volta por cima. Ele lembrou que o adversário é o atual campeão brasileiro e que vem jogando uma competição de nível como a Copa Libertadores. Para ele, os times estão em diferentes patamares. “Somos dois grandes clubes, mas eles estão mais adiantados”, declarou.

O atacante Nenê também falou após a derrota. O experiente atleta disse que o elenco não pode se abater após o resultado negativo. Para ele, o time jogou melhor no primeiro tempo, mas foi muito passivo na etapa complementar. O atacante finalizou dizendo que os jogadores não podem abaixar a cabeça quando tomam um gol e espera que isso não se repita. “Temos de conversar e resolver esses problemas”, concluiu.

O Vasco volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro no próximo domingo (21), quando recebe o Bahia, às 11 horas, em São Januário. #São Paulo FC #Brasileirão