Martin Silva (6) - foi pouco exigido durante a partida. Apesar de ter feito uma ou duas defesas no jogo, poderia ter defendido a bola do gol do Bahia. Não foi frango, mas era defensável.

Paulão (7) - partida sólida do novo reforço cruzmaltino para a temporada. O zagueiro fez o simples e salvou a equipe em alguns lances. No entanto, em jogadas de maior risco, o jogador sempre preferiu tocar a bola para a lateral a tentar sair jogando. Caiu de rendimento no segundo tempo, principalmente no jogo aéreo.

Rafael Marques (7) - não comprometeu o resultado da partida, mas mostrou-se inseguro em alguns lances. Com a técnica apurada, assim que estiver bem fisicamente, Breno deve formar a zaga do #Vasco ao lado de Paulão.

Publicidade
Publicidade

  • Breno (6,5) - entrou no começo do segundo tempo após lesão de Rafael Marques. Não comprometeu, mas a forma física ainda deixa a desejar.

Gilberto (7) - apoiou muito bem ofensivamente, mas ainda mostra alguma deficiência em jogadas defensivas. Mesmo que raras, as melhores jogadas de ataque do Bahia saíram pelo lado direito.

Henrique (6,5) - mais uma partida discretíssima do jogador. No começo do campeonato, depois da zaga, a lateral esquerda era (e ainda é) o setor mais carente da equipe.

Jean (6) - conseguiu desarmes importantes no meio campo e apoiou bem ao ataque, mas demonstrou muita deficiência técnica em vários lances defensivos e poderia ter sido expulso no primeiro tempo.

  • Bruno Cosendey (sem nota) - entrou no segundo tempo no lugar do lesionado Jean.

Douglas (7,5) - sem dúvidas nenhuma a referência técnica do Vasco, com ou sem Nenê em campo.

Publicidade

As principais jogadas de ataque do Vasco saíram de seus pés.

Kelvin (7,5) - Milton Mendes acertou, e muito, ao sacar Nenê do time e dar oportunidade a Kelvin. O jogador conseguiu cobrir um pouco a deficiência ofensiva de Henrique no lado esquerdo e criou boas jogadas por ali.

Yago Pikachu (7) - sumido durante todo o jogo. Em determinados momentos, quem assistia a partida nem lembrava de sua presença em campo. Mas, no segundo tempo, apareceu no ataque e fez um dos gols.

  • Wagner (6) - entrou aos 24' do segundo tempo após lesão de Yago Pikachu. Participou bem, com boas inversões e se esforçando defesa, mas perdeu algumas bolas, inclusive a que originou o gol do Bahia.

Matheus Pet (6,5) - começou bem, mas se perdeu ao longo do jogo. Não foi muito solicitado, já que as principais jogadas de ataque do Vasco foram trabalhadas pelas laterais.

Luis Fabiano (8) - melhor partida do Fabuloso com a camisa do Vasco. Além de ter marcado no segundo tempo, deu assistência para Pikachu e foi muito perigoso sempre que teve a bola nos pés. No primeiro tempo, chegou duas vezes com muito perigo na cara do gol, mas o goleiro do Bahia salvou nas duas oportunidades.

Tec. Milton Mendes (7) - acertou em sacar Nenê do time, mas mexeu mal ao colocar Wagner e insistiu demais com Jean no segundo tempo. #Futebol #Campeonato Brasileiro