A partir do próximo dia 2 de junho, o vôlei masculino entrará na quadra para conseguir mais um título da Liga Mundial. A Itália sediará a abertura da competição e nosso primeiro adversário será a Polônia.

O ritmo dos exercícios e do treinamento é intenso e restam apenas mais duas semanas para que a equipe se entrose e faça ajustes. Todos os dezoito jogadores convocados trabalham nisso e a importância do desempenho brasileiro na Liga Mundial passará a ter maior foco.

É que o consagrado e campeão de vários títulos na modalidade, Bernardinho, anunciou que não seria mais o técnico da seleção brasileira no começo deste ano.

Publicidade
Publicidade

O cargo estando vago, escolheu-se um novo técnico: Renan Dal Zotto, que participou da inspirada e sonhadora geração do voleibol nos anos 80, ao lado de outras “feras” como William, Bernard e Montanaro.

Com a nova direção, os olhos ficarão mais atentos, pois é o primeiro grande teste do novo treinador. Renan garante que os preparativos têm sido bem satisfatórios e comemora o bom rendimento dos jogadores até o presente momento. Frisou, no entanto, que o tempo que falta para os treinamentos antes do início oficial da Liga Mundial, está curto.

Perguntado se o jogo final da Liga Mundial a ser decidido em Curitiba (na Arena da Baixada) influenciaria em alguma coisa, o novo treinador respondeu que é bem estimulante e positivo jogar “em casa”, uma vez que o time poderá adquirir evolução durante as etapas disputadas.

Publicidade

O novo comandante não é marinheiro de primeira viagem como técnico: Renan dirigiu o Florianópolis, em que ambos venceram quatro campeonatos da Superliga. Ele vê com otimismo o desempenho dos garotos que representarão o #Brasil nas redes, saques e bloqueios.

Indagado como estava o “moral” de todos, o levantador Bruninho – um dos mais experientes da turma – mencionou que todos da equipe estão bem empolgados.

A Liga Mundial – Edição 2017

Composta por 36 países que disputam esse título anual, a Liga Mundial já foi conquistada nove vezes pelo time “canarinho”. É, portanto, a equipe mais vitoriosa dentro desse torneio. Em sua vigésima oitava edição, a caminhada do Brasil rumo ao décimo título inclui os poloneses e mais os seguintes times: Itália, Canadá, Irã e Bulgária. A temporada europeia será jogada na Itália e na Bulgária. A final da Liga está marcada para o Brasil entre os dias quatro e oito de julho. É esperar e manter essa marca de maior vencedor. #Esportes #Jogos