Com o empate em 1 a 1 diante do Avaí, na tarde deste domingo, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, o Flamengo completou quatro jogos sem vitória dentro do Campeonato Brasileiro, chegando aos sete pontos e ficando apenas dois acima da zona de rebaixamento e com apenas uma vitória. Após a partida, o presidente Eduardo Bandeira de Mello falou qual será o futuro do técnico Zé Ricardo no comando do rubro-negro e ironizou alguns torcedores que na véspera foram até o aeroporto protestar contra a má fase do time. Ele também apontou as razões para os resultados dentro de campo não estarem correspondendo às expectativas após alto investimento feito em reforços.

Publicidade
Publicidade

Bandeira de Mello foi categórico ao dizer que Zé Ricardo não existe risco de demissão e que ele terá todo o tempo que precisar para reabilitar os jogadores. “Ele tem a minha confiança e vai continuar trabalhando”, afirmou. O mandatário disse ainda que ninguém fala em demissão, a não ser alguns jornalistas que estão torcendo para que isso aconteça. Por fim, ele também assegurou que em nenhum momento a permanência do treinador foi condicionada ao resultado da partida diante do Avaí. De acordo com ele, o planejamento não irá mudar.

O presidente também reconheceu a má fase do time e pediu que o torcedor, o qual considera o maior patrimônio do clube, apoie o time nos momentos difíceis. Ele também ironizou alguns torcedores que no sábado receberam o time sob protestos, dizendo que eles são minoria em um estado em que o #Flamengo tem a maior torcida.

Publicidade

“Só recebemos carinho aqui em Florianópolis. Se você chama de protesto, uma dúzia de faixas feitas na mesma gráfica e uma dezena de pessoas protestando”.

Sobre o rendimento do time dentro de campo, Bandeira de Mello também reconheceu que as atuações estão abaixo das expectativas e creditou isso a insegurança e falta de confiança dos jogadores, mas lembrou que não está faltando empenho e também comparou a situação do Flamengo com a situação de outros dois clubes que também contam com badalados elencos, mas também passam mal bocados dentro do #Brasileirão. “Não estou vendo ninguém falar em queda do Cuca ou do Roger Machado. Só se fala na suposta crise do Flamengo”, avaliou.

O próximo jogo do Flamengo no Campeonato Brasileiro será na quarta-feira (14), às 21 horas, na Arena do Urubu, contra a Ponte Preta. Já no domingo (18), acontece no Maracanã o classifico contra o Fluminense, o qual o Rubro-Negro jogará na condição de visitante. #Dança dos Técnicos