O técnico do #Palmeiras, Cuca, vem pedindo, desde que voltou para a equipe e viu que Miguel Borja não estava rendendo o esperado. A contratação de um novo centroavante, nas palavra do treinador, ele quer um típico 'camisa nove' com um porte físico bom para ser referência no ataque e que saiba jogar fora da área. Porém, o Palmeiras pode ter dado um passo atrás negociando a ida de um dos seus únicos atacantes para a #Europa.

Após ter negociado Rafael Marques com o Cruzeiro, e o Alecsandro com o Coritiba, o Palmeiras ficou apenas com dois centroavantes, são eles Miguel Borja e Róger Guedes, e em vez de comprar um novo centroavante, a equipe deseja negociar.

Publicidade
Publicidade

Qual dos dois vai ser negociado?

O atleta que a diretoria quer negociar, após a sondagem de alguns clubes europeus, é o Róger Guedes, um dos clubes que quer o atacante é o Inter de Milão e uma outra equipe da Rússia que não foi confirmada. Quem concedeu as informações foi o jornalista Jorge Nicola, da Rádio Bandeirantes.

Róger Guedes foi titular na maior parte do campeonato brasileiro de 2016, competição na qual o Palmeiras foi campeão, porém o jogador veio perdendo espaço nesta nova temporada e agora ocupa o banco de reservas com o treinador Cuca. No último jogo do Palmeiras, derrota para o Coritiba por 1 a 0 no campeonato brasileiro, o atacante entrou apenas aos 38 minutos do segundo tempo e não conseguiu se destacar na partida.

Por que será vendido?

O jogador perdeu espaço pelas más atuações que obteve dentro de campo, a comissão técnica conta que houve uma queda de rendimento muito grande e as partidas do jogador vinham sendo tecnicamente fracas.

Publicidade

Além dos problemas dentro de campo, o atacante acumulou problemas fora dele na equipe alviverde.

Durante o comando do técnico Eduardo Baptista, o jogador discutiu com o comandante da equipe e deixou a concentração, logo após foi repreendido pelo volante Felipe Melo e levou um trote dos companheiros, o que deixou Róger estressado com os outros jogadores da equipe.

Prejuízo do Palmeiras

Na verdade, o Verdão não terá um prejuízo mas deixará de ganhar o valor completo dessa transação, já que a equipe possui somente 25% dos direitos econômicos do jogador, que foram comprados no ano de 2015 por R$ 5 milhões.

É possível que após a venda, a equipe intensifique a procura por um novo centroavante, já que Borja será o único para a posição, e Cuca quer mais um jogador com a característica de 'camisa nove', e já são sondados alguns nomes. #Mercado da bola