Palmeiras e Fluminense se envolveram em uma situação bastante delicada fora de campo. Dentro das quatro linhas, no sábado, o Verdão venceu por 3 a 1 com gols de Guerra, Keno e Roger Guedes, retomando o caminho das vitórias no Campeonato Brasileiro. Beirando a zona de rebaixamento antes do duelo, o Alviverde respira mais aliviado e vai para o clássico contra o Santos, na Vila Belmiro, mais sossegado e em paz.

Dias antes do confronto, o #Palmeiras enviou proposta de quase R$ 40 milhões por Richarlison, atacante do Fluminense. O valor balançou o jogador e seus empresários. A primeira ação foi justamente não viajar para encarar o jogo em São Paulo.

Publicidade
Publicidade

Abel Braga, técnico tricolor, não gostou da posição do jogador, mas preferiu colocar panos quentes em entrevista ainda no gramado.

No domingo, o Fluminense soltou uma nota oficial informando que não iria negociar o jogador e que Richarlison estaria pronto para encarar o Grêmio, quinta-feira, pelo Campeonato Brasileiro. O jogador soltou uma postagem na rede social pedindo desculpas e dizendo que 'não era mercenário'.

Na segunda-feira, o jogador fez uma nova postagem em seu perfil, mas com uma mudança completa de tom. Mais consciente da proposta, o jogador disse, entre outras palavras, que o valor era muito bom e que disputar uma Copa Libertadores seria muito bom para a carreira. Foi o que bastou.

Pedro Abad, presidente do clube carioca, reuniu toda diretoria para conversar sobre o assunto.

Publicidade

Estava visivelmente nervoso. Alexandre Torres, diretor de #Futebol, tentou amenizar a situação, mas não conseguiu.

Segundo informações do site da ESPN, alguns atletas não gostaram da postura de Richarlison, principalmente por não ter viajado e ajudado o grupo no confronto do Allianz Parque. Mas nenhum companheiro se manifestou publicamente para evitar problema e desconforto.

O caminhar da semana vai mostrar o que o Fluminense vai fazer. Existe uma grande probabilidade de aceitar o negócio com o Palmeiras e fazer caixa. Mas uma ala do clube pede que Abad seja mão firme, não libere o atleta e tente um negócio com o exterior. Porém ainda não existem propostas de fora do Brasil.

Clássico

Santos e Palmeiras se enfrentam nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, em Santos, pelo Campeonato Brasileiro. Cuca encerrou a programação e a preparação nesta terça-feira e não deixou qualquer pista do time titular. Pode ser que a escalação do sábado se repita nesta quarta. #Mercado