O ataque do São Paulo poderá sofrer mais uma baixa. Após a saída de Luiz Araújo, vendido ao Lille da França, agora quem está deixando o Morumbi é o argentino Chavez. Com seu contrato de empréstimo vencendo no final do mês, o atleta foi liberado pela diretoria para viajar até Buenos Aires, onde conversará com dirigentes do Boca Juniors, clube que detém seus direitos federativos. Para ficar em definitivo com o atacante, o Tricolor teria que desembolsar cerca de 14 milhões de reais.

O jogador chegou ao São Paulo no meio do ano passado, para ocupar a vaga do seu compatriota Calleri, que seguiu para o futebol europeu. Ele teve um começo promissor, marcando gols e logo caindo nas graças dos torcedores, porém, neste ano, após voltar de contusão, não apresentou mais o mesmo rendimento.

Publicidade
Publicidade

Em 35 jogos com a camisa do clube, Chavez balançou as redes em 12 oportunidades.

Chegando e cornetado

Se por um lado Chavez está deixando o Morumbi, outro atacante foi anunciado nesta sexta-feira (9). Após ser artilheiro do Campeonato Catarinense com a camisa do Avaí, Denílson foi apresentado. O jogador pertence ao Fluminense e chega ao Tricolor por empréstimo até o fim do ano.

O diretor Vinícius Pinotti se adiantou para tirar a pressão de cima do jovem jogador de 21 anos. Segundo ele, o time não espera resultados imediatos e, se isso acontecer, será encarado como uma grande surpresa.

No entanto, não é dessa forma que pensa a torcida. No triunfo desta quinta-feira (8), por 2 a 0 sobre o Vitória, os torcedores questionaram a qualidade dos jogadores que estão sendo contratados, incluindo o recém-chegado.

Publicidade

“Chega de Denilson, Neilton, Ytalo! Não queremos mais isso", eram os gritos vindos das arquibancadas.

Tabu

O próximo compromisso do São Paulo será neste domingo (11), na Arena de Itaquera contra o embalado Corinthians. Para este duelo, a torcida espera que finalmente o Tricolor quebre o tabu de nunca ter vencido os alvinegros em seu estádio, além de ser o único dos grandes a não ter ainda conseguido isso. Palmeiras, duas vezes, e Santos, em uma oportunidade, já saíram de lá com a vitória na bagagem.

O São Paulo já jogou seis vezes no campo do rival, tendo perdido os quatro primeiros confrontos, incluindo os 6 a 1 no returno do #Brasileirão de 2015. Nas duas últimas vezes em que visitou a casa corintiana, o Tricolor empatou em 1 a 1. Neste ano, os times já se enfrentaram três vezes pelo Campeonato Paulista, com uma vitória do Corinthians e dois empates. #Mercado da bola #São Paulo FC