O #Botafogo não tem tido sucesso na tentativa de contratar um novo atacante. Após o clube recuar nas negociações envolvendo Aylon, do Goiás, devido à má repercussão que isso gerou entre os torcedores nas redes sociais, e as conversas com o ex-corintiano Luciano estarem estagnadas, o Glorioso também viu naufragarem as negociações de Erick, atacante do #Náutico de 19 anos.

O time pernambucano pedia R$ 500 mil, além de três jogadores, sendo um deles zagueiro Renan Fonseca, para ceder a jovem promessa. No entanto, a recusa do defensor botafoguense, que não considerou o negócio vantajoso, fez as negociações irem por água abaixo.

Publicidade
Publicidade

Octávio e Vinícius Tanque, dois nomes que não estão sendo utilizados pelo técnico Jair Ventura, também despertaram interesse do Timbu.

Dessa forma, o Náutico - lanterna do Campeonato Brasileiro da Série B e sem nenhuma vitória - deverá negociar o jogador com um time europeu. O provável destino do atleta deverá ser o Braga de Portugal, que ofereceu alto, em torno de 1,5 milhão de euros – R$ 5,6 milhões – , por seu futebol. Times da Itália também haviam manifestado interesse em sua contratação.

O jogador já tinha renovado contrato com o alvirrubro até 2019 e chegou-se a dizer que sua multa rescisória girava em torno de R$ 12 milhões. Porém, o clube vive situação financeira delicada, o que deve fazer a diretoria não recusar uma proposta menor.

Artilheiro da equipe na temporada, Erick não estará em campo contra o Guarani neste sábado (24), em Campinas, pela 10ª rodada da Série B.

Publicidade

Mais quatro reforços para o Timbu

Enquanto que Erick pode estar de saída dos Aflitos, outros quatro jogadores podem chegar para tentar tirar o time da situação desesperadora que se encontra na Série B, de acordo com o vice-presidente Emerson Barbosa. Na temporada já foram contratados 28 atletas, sendo 13 apenas para a disputa da segunda divisão nacional. “Sabemos que precisamos nos reforçar em posições pontuais. Estamos tratando isso”, disse o dirigente.

O técnico Beto Campos, que estreou nesta semana, na derrota em casa para o Goiás, por 3 a 2, foi mais cauteloso nesta questão, limitando-se a dizer que vem conversando com a diretoria do clube. Ele afirmou ainda que não gostaria de falar em quantidade ou posição, mas que busca jogadores com características diferentes dos que o clube já conta. “Estamos conversando diariamente com eles e a direção está trabalhando muito nesse sentido”, disse. #Mercado da bola