A vitória do Vila Nova por 3 a 0 sobre o #Goiás, na tarde deste sábado (24), no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pelo Campeonato Brasileiro da Série B, mais ficou em segundo plano. Mais uma vez a #Violência nas arquibancadas, e fora dela também, tomou espaço dos gols nas manchetes esportivas. Ao final do clássico, torcedores das duas equipes entraram em confronto do espaço que antes era a antiga geral. Antes partida, um torcedor do time esmeraldino foi morto quando ia para o estádio.

O confronto começou logo após o apito final do árbitro, quando parte dos torcedores das duas equipes foram até o antigo setor da geral e começaram a se digladiar.

Publicidade
Publicidade

Pouco depois a Polícia Militar interveio para acabar com a pancadaria, precisando fazer uso de bombas de efeito moral.

Na confusão, um torcedor do Goiás chegou a ficar desacordado após levar vários socos e chutes, sendo que ainda um rojão explodiu bem perto de onde ele estava caído. Pouco depois ele se levantou e começou a caminhar, aparentemente sem ferimentos graves. “É triste ver essa cena (briga) porque foi uma grande tarde, um grande jogo” disse o volante Geovane, da equipe do Vila Nova. Acalmados os ânimos, a torcida do Vila, visitante neste jogo, ficou retida pela Polícia Militar no estádio.

Com o resultado, o Vila Sobe para a segunda colocação, com 19 pontos, mas ainda neste sábado poderá ser superado pelo Guarani, que joga em casa contra o lanterna Náutico. Já o Goiás perdeu três posições, saiu do G-4, e agora é apenas o sétimo colocado com 14 pontos.

Publicidade

Na próxima terça-feira (27), o Goiás terá uma parada dura, quando irá até Caxias do Sul encarar o Juventude. O Vila só volta a jogar na sexta-feira (30), contra o Criciúma, no estádio Olímpico de Goiânia.

Torcedor é morto a caminho do Serra Dourada

Os fatos violentos começaram antes mesmo da bola rolar no Serra Dourada. De acordo com informações passada pela Polícia Militar, um torcedor foi morto quando estava indo para o estádio. A vítima, que estava em uma moto e vestia uma camisa de uma das torcidas organizadas do esmeraldino, foi baleada por um criminoso que estava de carro. O fato ocorreu no o setor Goiânia Viva.

Ainda de acordo com a PM, o rapaz morto tinha um mandado de prisão em aberto e já acumulava 19 passagens pela polícia, quase em sua maioria por conta de roubo à residência. O sargento Pascoal Rezende disse que as investigações irão apurar se o crime tem relação com o jogo ou se trata de um acerto de contas. Até o final da tarde nenhum suspeito havia sido preso. #Série B