O talento de Wendel ultrapassou os muros das Laranjeiras. Além do técnico Abel Braga e dos quase dez milhões de torcedores do clube espalhados pelo território brasileiro, a mídia esportiva não omite o grau de euforia ao falar sobre o volante de 19 anos, considerado, por muitos, o destaque principal do Fluminense no momento.

Colunista do portal Trivela, Leandro Stein exalta a “fase iluminada” por que vem atravessando o jogador, exemplificada nos três jogos recentes da equipe carioca na temporada, quando marcou nos empates de 2 a 2 com o Flamengo e 1 a 1 com o São Paulo, ambos nos dois últimos domingos, válidos pelo Campeonato Brasileiro, além de fechar a goleada de 4 a 0 sobre a Universidad Católica de Quito na noite de quinta, no confronto de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana.

Publicidade
Publicidade

“Não bastassem todas as virtudes que apresenta no meio de campo, o camisa 6 ainda vive uma fase iluminada. Pelo terceiro jogo consecutivo, balançou as redes. O futuro do novato, assim como de outros garotos de Xerém buscando seu espaço, é bastante promissor”, postou o jornalista.

Já Fagner Torres, do Blog Laranjeiras e do portal ESPN FC, foi mais entusiasmado ao falar de Wendel. Para o analista, o atleta é quase como uma divindade.

“O Salvador voltou à Terra no corpo de um menino da Baixada #Fluminense (nasceu em Duque de Caxias), que nas Laranjeiras, transforma time que era uma água em vinho. Wendel indica o caminho. É cultuado. Vale muito mais que 30 moedas de prata. O Tricolor, com Wendel e seus discípulos, será mais forte que qualquer maldição”, postou o blogueiro.

Há aproximadamente duas semanas, veio a informação da mídia do continente europeu de que o Sporting, de Portugal e o Barcelona, da Espanha, iriam apresentar ofertas para levar Wendel durante essa janela de transferências.

Publicidade

Segundo o Fluminense, que, por intermédio de sua diretoria, deixa bem clara a necessidade de vender um jogador para amenizar a crise financeira por que atravessa, até o momento, não houve qualquer proposta oficial pelo jogador, cujo vínculo contratual foi renovado em abril desse ano até o final de 2020.

Esperando contar com a fase positiva de Wendel por um longo período, o Fluminense segue caminhando em 2017 e, depois de dar um grande passo para avançar na Sul-Americana, foca na 11ª rodada do Brasileirão. Na segunda, no seu retorno ao estádio Giulite Coutinho, em Édson Passos, o Tricolor enfrenta, a partir das 20h (de Brasília), a Chapecoense. #PaixãoPorFutebol #Mercado da bola