Próximos na tabela de classificação, em terceiro e quinto lugar, respectivamente, Flamengo e Santos duelam nesta quarta-feira (28), às 21h45, na Ilha do Urubu, pela partida de ida das quartas de final da #Copa do Brasil. O rubro-negro terá o retorno de importantes jogadores, enquanto que o Peixe sofre com uma série de desfalques.

O técnico Zé Ricardo também não poderá dizer que irá com força máxima. Éverton Ribeiro, Rhodolfo e Geuvânio chegaram ao clube após o encerramento do prazo de inscrição para novos jogadores. Por outro lado, ele contará com as voltas de Juan na zaga e Everton no ataque. Outro fator positivo é que a equipe venceu seus dois jogos, contra Ponte Preta e Chapecoense, na nova casa.

Publicidade
Publicidade

Salvo alguma mudança de última hora, o #Flamengo entrará em campo com Thiago no gol, Rodnei, Réver, Juan e Trauco na zaga, no meio Márcio Araújo, Cuéllar e Diego. Berrío, Everton e Guerrero comporão ataque.

Pelos lados do #Santos, que teve parte de seu elenco – além do técnico Levir Culpe -, acometido, por um surto de gripe, uma virose tirou Thiago Maia da partida enquanto que Ricardo Oliveira está com pneumonia. Leandro Donizete entrará no meio, enquanto que Kayke, um dos gripados, não está 100% confirmado. Com retrospecto ruim dentro de casa neste ano, o Peixe busca fora de casa apagar a má impressão deixada na derrota na Vila Belmiro para o Sport Recife.

Levir Culpi deverá escalar Vanderlei no gol, a dupla de zaga com Lucas Veríssimo e David Braz e Victor Ferraz e Jean Mota nas laterais.

Publicidade

O meio terá Renato, Leandro Donizete e Lucas Lima. Bruno Henrique, Copete e Kayke completam os 11 iniciais.

Lille ataca novamente

O Lille da França tem visto com bons olhos o mercado brasileiro e se prepara para tentar levar mais um jogador, desta vez por empréstimo. Nesta semana o clube francês fez uma proposta pelo lateral Caju, da equipe do Santos. A diretoria analisa a proposta, mas a intenção é mantê-lo no clube, uma vez que teme pela saída de Zeca.

De acordo com o que foi proposto, o jogador iria para o clube europeu sem custos, mas caso ele atuasse em dez jogos pela Liga Francesa, o time seria obrigado a concretizar sua compra, no valor de 4,5 milhões de euros, cerca de 16,9 milhões de reais. Um dos fatores que pode complicar o negócio seria o desejo do Santos em querer receber os valores agora, uma vez que precisa amenizar sua complicada situação financeira. O clube prometeu dar uma resposta em breve.