Nesta quarta-feira (28), o #Palmeiras empatou com o Cruzeiro em 3 a 3 no Allianz Parque pelo primeiro jogo das quartas de final da Copa do Brasil. O duelo foi incrível e eletrizante. O time visitante começou o jogo com tudo e se manteve impecável. Antes dos 30 minutos, o placar já apontava 3 a 0 para o Cruzeiro. Desesperados, os palmeirenses tentavam encaixar alguma chance real, mas o incômodo placar atrapalhou bastante as ações.

Na saída para o intervalo, ninguém quis falar. Apenas Fernando Prass, que disse que as coisas estavam erradas e precisavam de um ajuste. Com Borja no time, o Verdão voltou muito mais disposto e também marcou três gols, empatando a partida.

Publicidade
Publicidade

Dudu assinalou dois tentos, enquanto Willian fez o terceiro e deu os números finais. O Palmeiras ainda esteve perto da vitória, mas faltou aquele capricho decisivo para sair na frente.

O resultado, de uma ordem geral, foi bom. O único problema é que o Verdão tomou três gols fora de casa e já começa o duelo no Mineirão, daqui há um mês, eliminado. Precisa marcar gols na casa do adversário. Antes disso, o Palmeiras tem duelo importantíssimo contra o Barcelona-EQU fora de casa pela Copa Libertadores da América. Objetivo do ano, o Verdão precisa de um bom resultado no torneio continental.

Diego Souza chegando?

Ao mesmo tempo que o Palmeiras jogava em São Paulo, o Sport sagrava-se Campeão Pernambucano contra o Salgueiro. Diego Souza, meia-atacante que interessa ao Verdão, saiu de campo visivelmente emocionado.

Publicidade

Na coletiva de imprensa, Diego garantiu que pensa no Sport, mas que 'amanhã' seria outro dia. E realmente, esta quinta-feira, é um dia decisivo para o futuro do meia.

Alexandre Mattos, executivo de #Futebol, conversou diretamente com Gustavo Dubeaux, vice-presidente do clube pernambucano. A ideia de Mattos era demovê-lo da ideia de que seria impossível vender o jogador. Arnaldo Barros, presidente do Sport, mudou completamente o tom após bate papo com Dubeaux. "Nenhum jogador é inegociável", cravou. Dois dias antes, Barros havia dito que Diego Souza era 'impagável' e que a multa seria milionária.

De acordo com nota emitida pelo site UOL Esporte, o Palmeiras desembolsará R$ 10 milhões pelo jogador. O Sport havia pedido R$ 30 milhões, mas entendeu que o valor estava completamente fora da realidade do futebol brasileiro.

Amigo de Eduardo Uram, empresário que tem grande aproximação com Mattos, Diego Souza deve confirmar seu retorno para o clube paulista. #Mercado