Foram nove rodadas disputadas até agora no #Brasileirão e uma verdade cristalina em torno dos jogos: Corinthians e Grêmio são as melhores equipes da competição. Líder e vice-líder despontam não somente com a pontuação mais alta, mas também com o melhor futebol apresentado entre os 20 clubes participantes da Série A de 2017. E chegou a hora do tira-teima: neste domingo, a partir das 16h, Grêmio e Corinthians se encontram na Arena, em Porto Alegre.

Nesta quinta-feira, no complemento da nona rodada, as duas equipes cumpriram aquilo que delas já era esperado. Jogando em Itaquera, o Timão não tomou conhecimento do Bahia e aplicou 3x0 sem grandes problemas - o resultado levou o time treinado por Fabio Carille aos 23 pontos, no topo da classificação.

Publicidade
Publicidade

O Grêmio, por sua vez, foi mais econômico, mas mesmo assim venceu o Coritiba em casa por 2x0, gols de Pedro Rocha e Fernandinho, e foi aos 22 pontos.

Para se ter uma noção clara da soberania dessas duas equipes nesse momento da competição, o terceiro colocado, que é o Santos, tem apenas 16 pontos, isto é, sete a menos que o líder Corinthians e seis que o Grêmio, segundo colocado. Nesta perspectiva, o Peixe precisaria de até três rodadas para superar os dois principais times até agora do Brasileirão.

O bom desempenho dos dois lados faz com que haja um respeito mútuo nas declarações pré-jogo. Nas coletivas de imprensa após as partidas de quinta-feira, gremistas e corintianos projetaram muito equilíbrio no jogo marcado para o próximo domingo, já encarado como uma espécie de "final antecipada" por parte da crônica esportiva e torcedores em geral.

Publicidade

"O Corinthians é uma grande equipe, tem jogado muito bem e muitos podem pensar que já é uma final de campeonato, mas eu não concordo com esse pensamento. Para mim, o campeonato ainda nem começou", destacou Renato Gaúcho, técnico do Grêmio.

Os elogios de Renato ao Corinthians tiveram o mesmo tom dos de Carille ao Grêmio. O treinador corintiano elogiou o clube gaúcho e, de maneira até surpreendente, antecipou o substituto do volante Gabriel para a partida, já que ele acabou expulso durante o duelo contra o Bahia na quinta-feira.

"É o Paulo Roberto que vai iniciar o jogo de domingo no lugar do Gabriel. É um jogador que eu conheço muito bem, desde os tempos do Guarani, em 2010. Ele atuou como lateral em algumas rodadas e suportou muito bem", projetou o treinador.

Arena não traz boas recordações para o Corinthians

Se quiser se manter na liderança do Brasileirão ao final da rodada de domingo, o Corinthians terá que fazer o que ainda não conseguiu: evitar uma derrota na Arena do Grêmio pelo Campeonato Brasileiro.

Publicidade

Inaugurada em dezembro de 2012, a nova casa gremista tem sido um tormento na vida corintiana. Em quatro jogos pelo nacional de lá para cá, o Grêmio venceu todos eles.

Em 2013, no primeiro dos quatro jogos, o tricolor venceu por 1x0 com gol do argentino Barcos. A seguir, mais três vitórias. Em 2014, 2x1; 2015, 3x2; 2016, 3x0. A única vez em que o Corinthians não saiu derrotado da Arena, saiu desclassificado. Pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil de 2013, as duas equipes ficaram no 0x0 e tiveram que decidir a vaga nos pênaltis. Melhor para o Grêmio, que ainda viu Alexandre Pato errar uma cobrança de cavadinha.

Ao mesmo tempo, o Grêmio defende no domingo o seu 100% de aproveitamento atuando em sua casa no Brasileirão de 2017. Além disso, não tomou gol atuando na Arena. O Corinthians, por sua vez, põe em jogo a invencibilidade no torneio, já que em nove jogos conseguiu importantíssimas sete vitórias, além de dois empates, somando os atuais 23 pontos que o mantém na ponta. #Grêmio x Corinthians