Assim com o presidente do #Fluminense, Pedro Abad, havia prometido em entrevista ao programa "Seleção Sportv", na última sexta-feira (9), Richarlison não deixará as Laranjeiras para acertar com o #Palmeiras. Segundo o jornalista Dassler Marques, do Uol Esporte, neste sábado (10), antes do compromisso entre as duas equipes, no Allianz Parque, pela abertura da sexta rodada do Campeonato Brasileiro, o mandatário do Tricolor se reuniu com Alexandre Mattos, diretor-executivo do Alviverde e a negociação foi encerrada.

De acordo com Dassler Marques, o dirigente da equipe paulista aparou as arestas, mas não conseguiu demover o presidente do Flu de mudar de opinião e liberar o jovem atacante de 20 anos.

Publicidade
Publicidade

Diante do impasse, ambos preferiram dar um ponto final nas conversações.

Na quinta passada, surgiu a informação de que o Palmeiras teria feito uma oferta de 11 milhões de euros (mais de R$ 40 milhões) ao Fluminense por Richarlison. Na ocasião, o técnico tricolor, Abel Braga, ao tomar conhecimento da informação, mostrou-se surpreso, revelou que pensava ser uma "pegadinha" e garantiu a presença do jogador, escalando-o, inclusive, como titular. Na sexta, porém, para surpresa geral, o próprio Richarlison conversou com a diretoria do clube carioca e o treinador e, alegando estar totalmente desfocado, pediu para não viajar a São Paulo, sendo prontamente atendido.

Mesmo insatisfeito com a atitude de Richarlison, o presidente Abad pediu para a torcida não crucificar o atleta e disse que contaria com ele na próxima quinta, às 21h (de Brasília), no Maracanã, diante do Grêmio.

Publicidade

Desde o seu retorno ao Palmeiras, substituindo Eduardo Baptista (hoje, técnico do Atlético-PR), Cuca vem pedindo a contratação de um típico camisa 9, especialmente com as características semelhantes às de Gabriel Jesus, principal peça no título de 2016 e que, no momento, vem brilhando no Manchester City. Atualmente, o único especialista da função é o colombiano Borja que, no entanto, não vem correspondendo.

Dentro de campo, o Palmeiras, depois de quatro jogos sem vencer e marcar gols, impôs a sua maior categoria e, com gols de Guerra, Keno e Roger Guedes, derrotou, no Allianz Parque, o Fluminense por 3 a 1, pela abertura da sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Henrique Dourado descontou para a equipe do Rio. Com esse resultado, o Verdão chegou aos oito pontos e subiu do 16º para o oitavo lugar. Enquanto isso, o Tricolor, diante do revés, permanece com 10 pontos, mas caiu da quarta para a quinta posição. #PaixãoPorFutebol