Sempre buscando sair da zona de conforto, a lutadora Gabi Garcia mais uma vez surpreende e lutará em competição de Muay Thai no próximo mês. Dos tempos em que competia somente pelos tatames mostrando a junção de força e técnica no Jiu Jitsu feminino, garantindo nove títulos mundiais e dois cinturões pelo Abu Dhabi World pro, a gaúcha foi para o #MMA em dezembro de 2016 para o evento Rizin, no Japão. Algo que poderia frustrar a lutadora pela mistura de técnica, Gabi novamente mostrou ser capaz de lutar em pé e hoje está invicta na carreira com quatro vitórias. Para aperfeiçoar suas técnicas na parte de cima, no próximo dia 7 de julho irá estrear na competição Tokyo Dome Hall.

Publicidade
Publicidade

A Tokyo Dome Hall tem regras interessantes, sendo permitido levar o adversário ao solo, mas não fazendo o "jogo de chão", como finalizar ou trabalhar o "ground pound". Gabi fará parte da Girls S-Cup, mas ainda sem adversária definida pela organização do torneio. A competição de #luta em pé já recebeu grandes lutadores como Gesias Calvacante, nome importante do MMA Brasileiro que atualmente luta pelo Titan FC e busca uma chance no #UFC.

Sem categoria para o UFC, por conta da sua altura e peso, Gabi treina forte também para sua quinta luta no MMA. No fim do mês de julho, invicta na competição japonesa, a lutadora terá pela frente mais um desafio. Sem adversária confirmada, Gabi teve uma estreia diferente de muitos atletas que trocaram o tatame pelo ringue ou octógono. Na sua primeira luta, não finalizou a oponente, preferiu trocar socos e levou até um susto nos segundos iniciais da luta, mas mostrando coração, a multicampeã de Jiu Jitsu venceu por nocaute a adversária Seini Draughn.

Publicidade

Volta aos tatames

Gabi e o Jiu Jitsu nunca se separaram. Seja para aprimorar a técnica nas lutas de MMA ou para manter o ritmo de “explosão” no solo, a gaúcha sempre nas suas redes sociais publica fotos treinando e mostrando novas posições. A pouco tempo atrás esteve com Rubens Charles, o "Cobrinha" treinando na sua academia nos Estados Unidos, acompanhado da sua amiga Cris Cyborg que tem luta marcada para o UFC 214 contra Tonya Evinger. Em setembro, Gabi voltará ao tatame para lutar sem quimono na maior competição da modalidade, o ADCC, que irá ocorrer em Helsinque, na Finlândia. Já bicampeã do torneio de luta agarrada, G.Garcia busca o seu terceiro título.