A louca vitória por 6 a 3 sobre a #Chapecoense provocou duas importantes baixas na equipe do Grêmio, que poderão desfalcar o time por até 20 dias. Após exames, o clube divulgou neste sábado (9) que o atacante Lucas Barrios ficará afastado por até 10 dias enquanto que o lateral Léo Moura ficará três semanas entregue ao Departamento Médico. Ambos os jogadores sofreram lesões musculares.

Barrios foi substituído no meio do segundo tempo na partida contra a Chape após sentir dores musculares. Ele foi para o banco de reservas onde iniciou tratamento com gelo. Com a confirmação da lesão, o jogador ficará de fora das partidas contra Bahia e Cruzeiro, e talvez ainda de um terceiro duelo, contra o Coritiba.

Publicidade
Publicidade

Para seu lugar existem duas possibilidades. Everton, que já havia jogando contra a Chape, pode ter a chance de começar como titular ou o retorno Maicon poderá retornar ao meio de campo e Luan ou Arthur serem adiantados para o ataque.

Já o lateral foi substituído ao final do jogo da última quinta-feira pelo mesmo motivo e deverá ficar um tempo maior afastado. Além das três partidas já citadas, o experiente jogador também deverá ser ausência nos confrontos contra Palmeiras e Corinthians e também no primeiro duelo das quartas de finais da Copado Brasil contra o Atlético Paranaense, podendo voltar apenas contra o Avaí. Para seu lugar, o técnico Renato Gaúcho deverá escalar Edílson.

O próximo compromisso do #Grêmio no Campeonato Brasileiro será apenas na segunda-feira (12), às 20 horas, contra o embalado Bahia, em sua Arena.

Publicidade

Voltas

Nem tudo foi má notícia nos treinamentos deste sábado do Grêmio. O equatoriano Miller Bolaños, recuperado de lesão muscular, treinou normalmente com bola. Outra novidade nas atividades foi a presença do zagueiro Wallace Reis, que retornou ao clube após calote dado pelo Gaziantepspor, da Turquia. No entanto, o jogador – que tem contrato com o Tricolor até 2019 -, deverá ser emprestado para outro time brasileiro.

Ataque arrasador

A goleada por 6 a 3 diante da Chapecoense deixou o Grêmio como time de melhor ataque da competição, com 15 gols anotados. E mais. Apenas nesse jogo, o Tricolor conseguiu marcar mais ou o mesmo número de tentos que metade dos times da Série A. Considerando apenas os gols da partida de quinta o time superou Flamengo e Atlético Mineiro (5 gols); Palmeiras, Santos, Atlético Goianiense e Atlético Paranaense (4); Botafogo e Cruzeiro (3); e Avaí (1), além de igualar o São Paulo. #Brasileirão