A saída de Guerrero do #Corinthians foi recheada de polêmicas e a visão do torcedor corintiano em cima do peruano nunca mais foi a mesma. Em uma hora foi ídolo, depois passou a ser tratado com mercenário e sempre sendo vaiado quando as equipes se encontram. Hoje no Flamengo, o atacante de 33 anos é o principal jogador da equipe de Zé Ricardo e ainda continua com o incrível faro de gols.

Na última terça-feira, o goleador deu uma entrevista para o Lance!, onde falou sobre o Corinthians na liderança do Campeonato Brasileiro, com oito vitórias e apenas dois empates em dez jogos disputados.

''Não tenho muito contato. Eles estão com uma boa pegada e com muita confiança, mas não tem nada decidido, faltam muitas rodadas ainda, temos que chegar lá no topo'', afirmou o jogador ao jornal.

Publicidade
Publicidade

Guerrero deixou o Corinthians por conta de dificuldades na renovação do contrato. A diretoria alvinegra não tinha interesse em pagar um alto valor para renovar o seu vínculo, por isso o Flamengo surgiu e pagou os valores e acabou levando o jogador para atuar no #Futebol carioca.

A bronca da torcida do Corinthians em cima do atacante foi principalmente pela sua frase, onde dizia que no Brasil só jogava no alvinegro, mas em pouco tempo acabou acertando com o rubro-negro carioca e isso gerou muita crítica da torcida.

Ainda na entrevista ao jornal, o peruano falou sobre as torcidas, já que no Brasil vestiu as camisas dos dois clubes com maior número de torcedores.

''São grandes torcidas, mas o Flamengo... Tem mais de 40 milhões de torcedores. Coloco a minha cabeça para pensar nisso, sim, mas prefiro focar no que devo fazer no gramado e o que preciso fazer para ficar melhor'', afirmou o atacante flamenguista.

Publicidade

Assim como agora, no ano de 2015 o Corinthians também era líder do Brasileirão. Nessa época o jogador foi perguntado sobre o que achava do alvinegro na liderança e a frase deixou os corinthianos revoltados.

''Eles tem um bom elenco e com jogadores de qualidade. Porém, o Campeonato Brasileiro é complicado, pegado. Não dá para confiar no Corinthians'', afirmou o atacante no ano de 2015.

Mas, não deu certo. Em 2015, com o comando de Tite, o Timão continuou na liderança e acabou sendo campeão pela 6ª vez do Campeonato Brasileiro. Com ambas equipes mostrando um bom futebol e em constante crescimento, a briga pela liderança ainda promete muitos capítulos e muita coisa ainda deve acontecer no campeonato. #Esportes