A diretoria do Palmeiras está atrás de mais um reforço para a temporada 2017. Quando o técnico Cuca foi contratado após demissão de Eduardo Baptista, o próprio treinador ressaltou a urgência na chegada de mais um jogador ofensivo.

Já foram duas tentativas que não deram certo. O atacante Richarlison, do Fluminense, recebeu proposta tentadora, mas resolveu ficar no Rio de Janeiro e completar o sétimo jogo, impedindo de se transferir para qualquer equipe brasileira. O Verdão ofereceu mais de R$ 40 milhões e salário três vezes maior.

Outro jogador que recebeu proposta foi Diego Tardelli. O jogador, que está no #Futebol chinês, conversou com dirigentes do #Palmeiras mas não chegou a um acordo.

Publicidade
Publicidade

Os valores pedidos foram exorbitantes e totalmente fora da realidade do futebol nacional. A Crefisa, patrocinadora do clube que geralmente participa ativamente na relação financeira, nem foi consultada. A negativa seria certa.

Solução

Centroavante de ofício no Brasil está difícil achar. O Palmeiras está de olho no futebol sul-americano, mas atletas que já disputaram a Libertadores por suas equipes não podem defender outro clube na mesma edição. A dificuldade é tremenda. Por isso, o Palmeiras decidiu avançar em um meia que tem como foco atuar como 'falso 9'. Diego Souza, do Sport, entrou na lista de negociação do Alviverde Paulista.

Souza tem 32 anos e atualmente defende o Sport, da Recife. Estava emprestado pelo Metalist-UCR e ficou em definitivo na Ilha do Retiro. Passou alguns meses no Fluminense após negociação conturbada, mas decidiu retornar para o time rubro negro.

Publicidade

O jogador é bastante identificado com o Sport.

O Palmeiras tem algumas táticas para convencê-lo a vir usar verde novamente. Convocado com frequência por Tite, Diego pode ter mais visibilidade atuando como falso 9 no Palmeiras. A chance de disputar o torneio continental também é um forte argumento.

Passado complicado

Diego Souza deixou o Palmeiras pelas portas dos fundos. Ao ser substituído, mostrou o dedo do meio para a torcida após fortes críticas. Os torcedores apontavam que o jogador 'dormia' em campo e por vezes sumia, não participando mais ativamente da partida. Acabou vendido e criticado ainda mais.

O meia era um dos articuladores do time que sucumbiu no Campeonato Brasileiro de 2009, depois de ficar muito próximo do título. No final da competição, o Palmeiras não conseguiu nem a vaga para a Libertadores, causando um enorme constrangimento para a administração do presidente Luiz Gonzaga de Mello Belluzzo. #Mercado