Dois após a eliminação da Portuguesa no Campeonato Brasileiro da Série D começaram a surgir ideias e especulações de como reerguer o tradicional time da capital paulista. Uma delas sugeria a fusão com o #Red Bull Brasil, que curiosamente no domingo teve o mesmo destino que a Lusa na quarta divisão nacional. Caracterizado pelo jeito bem-humorado como interage nas redes sociais, nesta quarta-feira (28), o time das latinhas de energético postou uma foto no Facebook que deixou animado os torcedores lusitanos.

Na imagem, bastante subliminar, o mascote do time estava sentado a uma mesa de uma feira, debaixo de um guarda-sol verde e vermelho (as cores da #Portuguesa) saboreando um bolinho de bacalhau.

Publicidade
Publicidade

A legenda “o Toro Loko tá aqui só observando essa zoeira toda” acompanhava a imagem. Não demorou muito para os torcedores se manifestarem nos comentários.

“RedBull Lusa” escreveu um torcedor. Já outro disse que eles precisavam de torcida e a Portuguesa precisava de uma administração competente e que a junção daria certo. Porém alguns se mostram contrários a ideia, argumentando que o clube tem tradição e força para se reerguer sozinho.

Apesar da comunicação Red Bull Brasil se mostrar bastante simpática e promover interações, muitos odeiam o time por se tratar de um clube empresa. A filial do clube na Alemanha ganhou até o apelido de time mais odiado do mundo.

Essa história de “Red Lusa” começou com uma postagem do jornalista Flávio Gomes, torcedor apaixonado do time do Canindé, sugerindo a fusão das duas agremiações.

Publicidade

Segundo ele, o “novo” clube seria administrado pelos dirigentes do RBB e a Portuguesa entraria com sua história, nome, patrimônio e torcida, sugerindo até que o Canindé passasse a ser chamado de Red Bull Arena.

Dispensas chegadas

Alheia a essa história de fusão com o Red Bull, a Portuguesa vai tentando se reerguer por meios próprios. Nesta terça-feira (27), o clube anunciou a dispensa de sete jogadores. Deixaram o time os volantes Ronaldo e Fernando, o meia Paulinho Le Petit, o lateral-direito Amaral, e os atacantes Cláudio, Adilson e Rico. Por outro lado, nesta quarta-feira (28), o clube anunciou as chegadas do zagueiro Rodolfo, que estava no Passo Fundo, e Franklin, lateral-esquerdo que veio do Atibaia.

Fora da Série D, agora a Portuguesa foca suas atenções na Copa Paulista. O time estreia na próxima terça-feira (4), contra sua xará de Santos, no estádio do Canindé. #Futebol