Vivendo uma semana turbulenta – que pode ficar ainda pior – o São Paulo busca nesta quarta-feira, diante do Atlético Paranaense, às 21h45, em Curitiba, colocar fim a um jejum de três jogos sem vitórias no Campeonato Brasileiro. Para isso, terá que quebrar o tabu de nunca ter triunfado no estádio do Furacão, reinaugurado em 1999. De lá para cá foram 11 derrotas. Em caso de novo tropeço, o Rogério Ceni e seus comandados correm o sério risco de terminar a nona rodada na zona de rebaixamento.

Lucão, afastado do time após as polemicas declarações ao final da partida contra o Atlético Mineiro, e Maicon, que está negociado com o Galatasaray, da Turquia, não viajaram e dificilmente voltarão a vestir a camisa do Tricolor.

Publicidade
Publicidade

Por outro lado, Rogério Ceni poderá contar com as voltas de Rodrigo Caio e Buffarini, que retornam após se recuperarem de lesão. O primeiro será titular na zaga enquanto que os segundo terá que brigar por posição com Thiago Mendes. Se o argentino foi escalado, Thiago poderá ocupar a vaga de Cícero. O jovem atacante Brenner, de 17 anos, é a novidade entre os jogadores relacionados.

Com isso, Ceni deverá começar o jogo com Renan Ribeiro no gol, a defesa formada por Éder Militão, Douglas (ou Lugano) e Rodrigo Caio. Buffarini (ou Thiago Mendes), Jucilei, Cícero (ou Thiago Mendes e Júnior Tavares formarão o meio de campo. Na frente o trio de ataque será composto por Cueva, Lucas Pratto e Marcinho.

Tendo sua arena como um verdadeiro alçapão na temporada passada, onde foi praticamente imbatível, o Atlético Paranaense é nesta edição do #Brasileirão o pior mandante, tendo conquistado apenas um empate e perdido outros dois jogos.

Publicidade

Pelo menos uma mudança será feita em relação à formação que bateu o xará goiano no final de semana. Lucho González, que cumpriu suspensão, retorna ao time titular no lugar de Nicolas.

Para fugir da zona do rebaixamento, o técnico Eduardo Baptista escalará Weverton no gol, Jonathan e Sidcley nas laterais e a dupla de zaga formada por Wanderson e Thiago Heleno. O meio terá Deivid, Otávio e Lucho González. Na frente Coutinho (ou Pablo), Nikão e Grafite.

Após oito rodadas, o São Paulo é o 14º colocado com 10 pontos ganhos e ainda não venceu fora de casa. Dois pontos atrás, na 18ª colocação, está o Atlético Paranaense, que ainda não venceu em casa, porém já triunfou duas vezes como visitante, coincidentemente nos dois últimos jogos contra seus xarás mineiro e goiano, ambas pelo placar de 1 a 0. #atlético-pr #São Paulo FC