A programação de domingo na Rede Globo transcorria normalmente com um especial da cantora Daniela Mercury até que surgiu o plantão na tela dos telespectadores. Instantes depois de se tornar campeão de Roland Garros, em Paris, o jovem tenista Gustavo Kuerten, de apenas 20 anos, aparecia sorridente e tímido ao lado do repórter Marcos Uchôa.

Antes do link ao vivo ser direcionado para o estúdio improvisado em Paris, o apresentador Fernando Vanucci fez uma feliz introdução: "Atenção, esta é a melhor notícia do tênis brasileiro". Na sequência, informou aos brasileiros o título de #Guga em Roland Garros após uma empolgante vitória por três sets a zero sobre o favorito espanhol Sergi Bruguera, que já havia ganho o Grand Slam francês.

Publicidade
Publicidade

Ao repórter, o tenista brasileiro, ainda meio que sem jeito, falou suas primeiras palavras como campeão de Roland Garros - um feito que até hoje nenhum outro atleta do país conseguiu repetir na modalidade de simples.

Para se ter uma noção do quanto o público brasileiro estava "distante" do tênis no início dos anos 2000, Guga ainda era tratado por "Gustavo" pelo repórter. Ele concedeu a entrevista ao lado de sua mãe, Dona Alice, e seu treinador, Larri Passos. Veja: