Publicidade
Publicidade

O Palmeiras deixou Curitiba ontem com mais uma derrota. No Couto Pereira, o Verdão foi derrotado por 1 a 0 pelo Coritiba pelo Campeonato #brasileiro e está muito perto da zona de rebaixamento. Foi a terceira derrota seguida e o quarto jogo sem marcar gols. A situação, preocupante, está deixando o técnico Cuca de cabelo em pé.

O treinador pelo menos tem dois bons trunfos à seu favor: está classificado para as oitavas de final da Copa Libertadores e classificado para as quartas da Copa do Brasil. A vitória contra o Atlético Tucumán e a derrota com gol para o Internacional deram dois sucessos ao time e ao técnico. Portanto, a pressão não é tão exacerbada.

Publicidade

A postura do time no Brasileiro preocupa. São três jogos sem vencer e quatro sem marcar gols. Ou seja, o ataque não funciona e a defesa anda falhando. Ontem, contra o Coritiba, o lance do gol foi originado por um lançamento de longa distância. Matheus dominou e apenas tirou de Fernando Prass, vendido no lance.

Reforço virou urgência

De acordo com o portal Globo Esporte, Alexandre Mattos, executivo de #Futebol, está no Rio de Janeiro tratando da contratação do jovem Richarlison, do Fluminense. O Ajax já havia feito uma consulta junto ao time carioca e se assustou com os valores propostos: R$ 30 milhões. O Fluminense, no entanto, deve mudar o padrão de negociação e diminuir bastante os valores principalmente por conta da grave crise financeira que atravessa. Richarlison foi indicado pelo técnico Cuca por justamente ter as características necessárias para a posição.

Publicidade

Joelinton, de apenas 20 anos, é outro alvo do #Palmeiras. Ele defende atualmente o Rapid Viena(AUS) e está emprestado pelo Hoffenheim(ALE). Ele foi relevado pelo Sport e os valores pedidos são extremamente fora da realidade do futebol. Dificilmente o negócio dará certo.

O terceiro nome é de Aloísio, o Boi Bandido. Atualmente na China, mais precisamente defendendo o Hebei Fortune, o jogador não tem vontade de retornar para o Brasil neste momento. Ele vive boa fase no país asiático e também tem salário astronômico, sendo muito difícil qualquer clube brasileiro tentar competir ou chegar mais próximo.

Tem prazo?

Antes do início do Campeonato Brasileiro, a diretoria não estava correndo atrás de novos nomes. Por diversas vezes, Mattos disse que o elenco é bom e forte e que talvez um ou outro reforço poderia chegar de forma pontual. Porém o início péssimo do time deve fazer o processo acelerar. Internamente comenta-se que um novo nome precisa ser confirmado até, no máximo, a próxima semana.