O clima eleitoral do #Vasco vai esquentando na medida que o mês da votação está chegando; a tendência é uma agitação maior daqui para a frente. O Cruzmaltino sempre foi um clube de muito alvoroço político, isso está em sua história, e neste ano não é diferente. Candidatos se articulando, brigas internas, além de diversos debates por ai. Mas no meio disso tudo, uma dúvida vem chamando a atenção de todos os que vivem o dia-a-dia da instituição: quem vai disputar a #eleição com o presidente #Eurico Miranda? Isso porque, a oposição está tentando se unir como nunca aconteceu para tentar derrubar o atual mandatário. A ideia é chegarem a um nome de consenso para enfrentar o cartola.

Publicidade
Publicidade

Entretanto, o grande problema que está surgindo nesta eleição é justamente em cima disso: como escolher esse candidato único da oposição?

Dessa forma, a própria oposição vem tendo rixas e discussões, pois são vários vascaínos querendo pleitear o cargo maior dentro de São Januário. Não sabem como chegarão neste candidato e algumas sugestões já foram dadas. Uma delas é uma pesquisa de opinião com os sócios votantes para ver qual o preferido e assim, acabam decidindo por unanimidade.

Outra ideia, que não está descartada e vem ganhando força nos bastidores de São Januário é acontecer uma convenção entre os candidatos da oposição, onde haverá um debate entre eles, com explanação de propostas, além de discussões políticas. Depois disso, uma votação será aberta, e os sócios indicarão o seu preferido de acordo com o que assistiram e pensam.

Publicidade

O mais escolhido será contemplado para representar a oposição.

Nomes

Alguns nomes já estão garantidos para entrar na concorrência pela vaga única da oposição. O primeiro a lançar a chapa foi o ex-médico do Vasco Alexandre Campelo, da chapa Frente Vasco livre. Júlio Brant, que concorreu na última eleição e ficou em segundo, também já garantiu a intenção de ser o presidente do Vasco. Outra possibilidade é o ex-presidente do conselho fiscal Otto Carvalho.

Eurico Miranda

O atual cartola já falou publicamente que será candidato, mas ainda não é algo concreto. Isso porque há uma conversa com o vice-presidente Fernando Horta para ver quem será o nome da Situação. Havia um acordo de cavalheiros entre eles, no qual Horta apoiaria o Eurico na última eleição e, na seguinte, que acontece este ano, o presidente da Unidos da Tijuca viria como um dos postulantes ao cargo.

A grande verdade é que Eurico continua como o grande favorito para a eleição de novembro. Devido a essa força, que ainda tem dentro do Vasco, é que a oposição precisa se unir para tentar derrotá-lo. Vale lembrar que na eleição de 2014 todos os outros candidatos somados não conseguiram somar o número de votos do presidente Eurico Miranda.