Após dar indícios de que usaria um esquema mais cauteloso, o técnico Abel Braga surpreendeu e, no trabalho deste sábado, mais uma vez realizado sem a presença de jornalistas no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, abandonou os três volantes e voltou ao 4-3-3 com o setor ofensivo formado por Richarlison, Henrique Dourado, que retorna após cumprir suspensão e Marquinhos Calazans. Sendo assim, permanece o mistério de qual será a escalação do Fluminense para o compromisso de domingo, às 19h (de Brasília), no Couto Pereira, em Curitiba, diante do Coritiba, válido pela 14ª rodada do #Campeonato Brasileiro.

No treinamento da última sexta, o comandante do Tricolor das Laranjeiras observou a formação com três volantes.

Publicidade
Publicidade

Nesse caso, Wendel atuaria um pouco mais à frente e a proteção aos zagueiros ficaria a cargo do equatoriano Jefferson Orejuela e de Marlon Freitas, recém-chegado do Flu-Samorin (filial da agremiação carioca na Série B da Eslováquia) e que, no último domingo, foi titular no empate de 1 a 1 com o Bahia na Arena Fonte Nova, em Salvador.

A única certeza é a ausência de Wellington Silva. Mesmo tendo participado do último treino antes da viagem para a capital paranaense, o atacante, que está de saída para o Bordeaux, do futebol francês, não fez parte da lista dos relacionados e permaneceu no Rio. Em seu lugar, seguiu o centroavante Peu, outro que retorna após um período de experiência no Flu-Samorin. Outro desfalque é o zagueiro Henrique, que no clássico da última quarta (derrota de 1 a 0 para o Botafogo, no Maracanã), recebeu o terceiro cartão amarelo.

Publicidade

Nogueira será o companheiro de Reginaldo.

Com a dúvida de qual esquema iniciará a partida, o Fluminense, que já está viajando rumo à Curitiba, tentará acabar com o jejum de quatro partidas sem vitória e sair do incômodo 11º lugar no Brasileirão, somando até o momento, 17 pontos, com Júlio César, Lucas, Nogueira, Reginaldo e Mascarenhas; Orejuela, Wendel e Gustavo Scarpa; Marquinhos Calazans (Marlon Freitas), Richarlison e Henrique Dourado.

Em fase final de recuperação de intervenções cirúrgicas, o zagueiro Renato Chaves e o apoiador Junior Sornoza realizaram mais uma atividade na fisioterapia. O departamento médico mantém o prazo de retorno para ambos no início de agosto, mas segundo informações de bastidores, há a possibilidade de o meia equatoriano estar à disposição para o jogo de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana, marcado para o próximo dia 26 de julho, no Equador, contra a Universidad Católica de Quito. #Fluminense #PaixãoPorFutebol