Publicidade
Publicidade

O #Palmeiras vem vivendo um momento difícil nesta temporada, mesmo tendo sido, no começo do ano, a equipe especulada pela mídia como favorita do Brasil para conquistar os campeonatos neste ano, principalmente a Libertadores da América, pelo fato de ser a atual campeã brasileira e ter executado inúmeras contratações nesta temporada, montando o elenco mais valioso do país.

O patrocínio da Crefisa foi o principal instrumento para o Verdão trazer jogadores de renome, mas grande parte das apostas acabou não rendendo o esperado. A equipe fez a contratação mais cara da temporada, que foi o colombiano Miguel Borja, o qual não vem sendo titular, mas custou R$ 40 milhões.

Publicidade

Já o volante #Felipe Melo foi trazido no início do ano e, até o momento, vinha conseguindo boas atuações, mas deve sair por causa de um problema com o treinador da equipe.

Afastamento e troca de clube

Felipe Melo é o assunto mais falado nos bastidores do Verdão, pois o volante voltou de lesão recentemente. Porém, uma grande confusão foi instaurada envolvendo o seu nome. Isso, porque o técnico Cuca pediu o afastamento do jogador de seu elenco e o liberou para procurar outra equipe. Até então, o volante pode assinar com um clube europeu, ou qualquer equipe brasileira.

Há uma grande especulação de que Felipe Melo já teria um novo clube com grande interesse nele, que seria o #Flamengo, o qual estaria à procura de um novo volante com características semelhantes [VIDEO] às de Felipe Melo.

Volante já viveu auge no Verdão

Felipe Melo vive sua pior fase dentro do Palmeiras nesses últimos tempos, mas já foi um dos principais jogadores dentro do elenco do Verdão.

Publicidade

Quando o técnico era Eduardo Baptista, o volante era incontestável na titularidade. Mas agora, com a volta do técnico Cuca, o atleta perdeu espaço e já ficou entre a titularidade e o banco de reservas diversas vezes.

Felipe Melo foi um volante conceituado na Europa, quando jogou pela Inter de Milão. Acabou perdendo prestígio e se tornando muito polêmico na Seleção Brasileira, quando foi expulso nas quartas-de-final da Copa do Mundo de 2010, na derrota da seleção brasileira para a Holanda por 2x1, em que muitos colocaram o peso da eliminação em suas costas.

O jogador chegou ao Palmeiras afirmando que seria uma grande figura na Libertadores da América, pois disse que, se fosse necessário dar tapas no rosto de uruguaios, ele iria dar. E, mesmo tendo afirmado que isso foi uma figura de linguagem, o volante acabou sendo suspendo da competição, por acertar um soco em um uruguaio durante uma confusão, na vitória do Palmeiras sobre o Peñarol, na fase de grupos.