Já tendo trocado de técnico duas vezes neste Campeonato [VIDEO] Brasileiro, acumulando quatro derrotas consecutivas e apenas à frente do Atlético Goianiense na classificação, a crise no #Vitória chegou ao seu departamento de futebol. Na tarde desta segunda-feira (24), foi anunciada a demissão do diretor Dejan Petkovic.

Ídolo do clube baiano no final dos anos 90, o sérvio voltou ao clube em maio, agora como dirigente. Com o clube ainda à procura de um substituto para Argel, ele dirigiu o time nas quatro primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, até a chegada de Alexandre Gallo, que foi desligado na semana passada. A diretoria do clube não revelou o nome de seu substituto.

Publicidade
Publicidade

O ex-jogador também vinha sendo constantemente criticado pelos torcedores e a pressão só aumentava. Sem conhecendo derrotas há quatro rodadas, o Leão foi derrotado nos três últimos jogos que fez no Barradão, o que lhe fez estacionar nos 12 pontos e até o momento ficando a cinco do primeiro clube fora do Z-6. Essa diferença, no entanto, pode aumentar mais um pouco, caso o São Paulo vença o Grêmio no Morumbi.

O Vitória volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro no próximo domingo (30), quando irá até Belo Horizonte encarar o Cruzeiro, no Mineirão, pela 18ª rodada.

Não vem mais?

Tido como novo técnico do Vitória para a sequência do Campeonato Brasileiro, Paulo César Carpegiani ficou mais longe do Barradão. De acordo com a notícia publicada nesta segunda-feira (24), pelo portal Globo Esporte, o treinador aguarda o desfecho de uma negociação com um time da China.

Publicidade

Ele não quis falar sobre um possível acerto com o time baiano.

Os rumores de que Carpegiani acertaria com o Vitória começaram logo após a derrota do time para Chapecoense no último sábado (22), em Salvador, quando interino Flávio Tanajura deixou a entender na entrevista coletiva que o clube já havia acertado com o técnico, inclusive lhe desejando boa sorte. “Se vier um treinador agora, o Carpegiani, quero deixar boa sorte para ele, afirmou Tanajura”. A assessoria de imprensa do clube desmentiu a informação.

Em uma de suas últimas aparições como diretor do Vitória, Dejan Petkovic também havia assegurado que o treinador não havia sido contratado. “A única coisa que posso dizer é que nós não fechamos nenhum técnico ainda”, disse o agora ex-dirigente. A única coisa confirmada foi a contratação do lateral Juninho, que nesta segunda esteve no clube para a realização de exames médicos. #Dança dos Técnicos #Brasileirão