Justine Kish, lutadora russa que defecou no octógono pelo esforço feito durante a luta, além de perder foi alvo de vários comentários desagradáveis, porém foi recompensada com um bônus secreto oferecido especialmente pelo presidente do UFC, Dana White, que prometeu uma quantia em dinheiro por seu desempenho e também pelo constrangimento.

A luta ocorreu no domingo, 28 de junho no #UFC Oklahoma contra Felice Herrig. Tudo corria dentro do previsto até que Justine foi jogada ao chão e presa num abraço mata-leão esforçando-se ao máximo para se livrar, foi aí que a coisa desandou, pois a russa acabou defecando embaixo da colega e perdeu a luta.

Publicidade
Publicidade

Justine teve que lidar com dois sentimentos, a perda e a vergonha pela qual passou, porém a moça não se deu por vencida e mesmo diante das gozações e "memes" que surgiram imediatamente nas redes sociais conseguiu brincar com a situação constrangedora e escreveu em seu Twitter: "Sou uma guerreira e nunca vou desistir. M****acontecem, ahahahah. Volto em breve", disse ela alegremente.

A russa ainda contou em uma recente entrevista ao programa de TV "The Domenick Nati Show", que Dana Withe, presidente do UFC, mostrou seu apoio logo no outro dia, com um telefonema muito gentil. Segundo Justine, ficou muito surpresa com a ligação do "homem" e acha que ele queria mesmo checar se estava tudo bem, pois percebeu que a humilharam.

A jovem lutadora ainda revela que ele deu a maior força e disse ter amado o jeito como lutou e se saiu da situação humilhante.

Publicidade

O episódio com a russa não é único, já que em 2014 o peso-médio cubano, Yoel Romero também borrou o short durante a luta contra Derek Brunson, mas felizmente a sujeira foi só no short e não chegou ao octógono.

Vai ter grana

Justine Kish ainda confirma que o presidente não ficou só na promessa e além dos agradecimentos ofereceu-lhe uma recompensa financeira para mostrar que sua luta não foi em vão. Ela val receber um bônus como presente por sua boa performance e garante que não pediu nada, tudo foi ideia dele. "O UFC é muito bom em dar pequenos bônus secretos", disse a russa. Daqui a algumas semanas garantiu que saberá se tudo foi verdade ou não.

Essa é a primeira derrota que Justine sofre em sua carreira. Ela já tinha seis vitórias dentro do MMA e não se sentiu nem um pouco abalada com a derrota um tanto "suja" que sofreu para Felice Harrig, no evento da cidade de Oklahoma. A russa deverá voltar ao Card UFC ainda no ano de 2017. #Esportes